Medida valerá apenas para quem não pernoitar na cidade

A partir do início de maio, a cidade de Veneza, na Itália, deve implementar uma “taxa de desembarque” para turistas. O anúncio foi feito pelo prefeito Luigi Brugnaro, porém ainda não revelou o valor que será cobrado. Estima-se de dois a 10 euros.

“Queremos fazer um procedimento na prefeitura até 4 ou 5 de fevereiro. Depois será aprovado no conselho [câmara de vereadores] até o fim de fevereiro e, após 60 dias, entrará em operação”, declarou.

Segundo Brugnaro, a medida terá um período inicial de três anos de duração, já que seu objetivo é desenvolver um sistema de “reserva” para entrar na cidade. A taxa não deve afetar turistas que dormem em Veneza e pagam a “tassa di soggiorno”, que varia de um a cinco euros por diária.

O principal foco serão os viajantes que somente passam o dia na cidade, como passageiros de navios de cruzeiro. O turismo de massa tem provocado um êxodo de moradores do centro histórico de Veneza e motivado protestos frequentes contra a “invasão” de forasteiros na cidade.