BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Vacinação contra covid na Itália supera marca de 80% do público-alvo totalmente imunizado

11 de outubro de 2021 - Por Comunità Italiana
Vacinação contra covid na Itália supera marca de 80% do público-alvo totalmente imunizado

A Itália superou no último sábado (9) a marca de 80% de seu público-alvo totalmente vacinado contra o novo coronavírus. De acordo com o Ministério da Saúde, 80,01% da população com 12 anos ou mais já tomou as duas doses da AstraZeneca, da Moderna ou da Pfizer ou a dose única da Janssen e concluiu o ciclo de imunização.

Em números absolutos, isso significa 43.215.224 pessoas totalmente vacinadas contra a covid-19 na Itália.

Até o momento, segundo o Ministério da Saúde, foram aplicadas cerca de 86,17 milhões de doses no país. Ao todo, 45.724.019 cidadãos já tomaram pelo menos uma dose do imunizante, cerca de 84,66%, enquanto que 292.462 italianos (3,86%) receberam também a dose de reforço.

Segundo o Instituto Superior da Saúde (ISS), a curva da pandemia na Itália está muito controlada e continua caindo em todas as faixas etárias, apesar do risco de morte ser 13 vezes maior para idosos com mais de 80 anos não vacinados. Esta informação foi divulgada no sábado pelo Instituto Superior de Saúde (ISS) no Twitter.

Segundo as autoridades sanitárias italianas, a taxa de mortalidade entre os idosos maiores de 80 anos não vacinados é de 129,5 contra 9,8 entre os imunizados por 100 mil cidadãos.

A maioria dos casos notificados nos últimos 30 dias no território italiano foi diagnosticada em pessoas não vacinadas. Além disso, a letalidade da covid-19 cresce com o aumento da idade e é maior em homens a partir da faixa etária de 30 a 39 anos.

Entre os idosos com mais de 80 anos, a taxa de hospitalização em um mês foi oito vezes maior entre os não vacinados do que entre os vacinados com ciclo completo (222,5 contra 26,8 hospitalizações por 100 mil habitantes).

Desta forma, o ISS ressalta que a eficácia das vacinas foi confirmada com “forte redução do risco de infecção em pessoas totalmente vacinadas em comparação com não vacinadas”, sendo 78% para diagnóstico, 93% para hospitalizações, 95% para terapia intensiva e óbitos.

O relatório indica também a desaceleração da pandemia na Itália nas últimas semanas. A incidência semanal a nível nacional está diminuindo e passou de 39 por 100 mil habitantes para 34. O índice de transmissão (RT) médio calculado sobre os casos sintomáticos também apresentou queda – hoje tem um valor médio de 0,83 e se mantém estável, com base nos casos e internações.

Dose de reforço autorizada para maiores de 60 anos

Na sexta-feira passada (8), a Itália autorizou a aplicação da dose de reforço da vacina contra a covid-19 para idosos maiores de 60 anos e pessoas “frágeis” – que apresentam mais riscos – de todas as idades.

Segundo o Ministério da Saúde, a terceira dose do imunizante deve ser administrada após no mínimo seis meses da conclusão do ciclo primário de vacinação.

Atualmente, a Itália usa apenas as fórmulas de Moderna e Pfizer (ambas de mRNA) para a dose de reforço, que contemplava apenas idosos com mais de 80 anos, trabalhadores de saúde e grupos de risco.

“A Comissão Técnica-Científica da Agência Italiana de Medicamentos (AIFA) autorizou a possibilidade de administração de uma dose de reforço da vacina de mRNA, pelo menos seis meses após a segunda dose (desde a conclusão do ciclo primário), indicando a sua utilização como prioridade para além das categorias já identificadas anteriormente”, diz o texto do governo.

A medida foi motivada pelo fato de que os novos grupos se caracterizam por um risco elevado de desenvolverem formas graves da Covid-19. Todas essas pessoas também são orientadas a tomarem a vacina da gripe, de acordo com o Ministério da Saúde. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6438
            [name] => Coronavírus
            [slug] => coronavirus
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6438
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1557
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6564
            [name] => Covid-19
            [slug] => covid-19
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6564
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1442
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6602
            [name] => Pandemia
            [slug] => pandemia
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6602
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1366
            [filter] => raw
        )

    [3] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 1176
            [name] => Vacinação
            [slug] => vacinacao
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 1176
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 100
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Estamos na Semana da Cozinha Italiana no Mundo. Você escolhe marcas italianas quando vai ao mercado para o preparo das refeições?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 01h27
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.