Cidade italiana vai substituir Londres que, desde 2009, sedia evento que reúne os melhores tenistas nos fins de temporada. O novo contrato é válido para o período de 2021 a 2025 

A Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) escolheu a cidade de Turim, na Itália, para ser a nova sede do ATP World Finals a partir de 2021 até, pelo menos, 2025. O evento acontecerá no piso coberto de Pala Alpitour, a maior arena da Itália.

A proposta italiana, que saiu vencedora depois de um extenso processo de seleção que contou com cerca de 40 cidades interessadas de todo o mundo, teve apoio da federação de tênis local em parceria com o Sport e Salute SpA, do governo italiano, da municipalidade de Turim e da Regione Piemonte.

Será a primeira vez que o torneio será disputado na Itália em seus 50 anos de história. Turim será a 15ª cidade a sediar o Finals desde que o evento começou a ser disputado, em 1970. 

“Nossos parabéns a Turim por montar uma oferta tão abrangente e impressionante. A Itália nos fornece um dos mercados de tênis mais fortes e estabelecidos da Europa e tem um histórico comprovado de sediar eventos de tênis de categoria mundial como o Master 1000 de Roma e o Finals da Next Gen ATP, em Milão”, disse Chris Kermode, presidente da ATP.

A cidade vai substituir Londres, local do evento desde 2009, e assim o tradicional torneio de final de ano deixará de acontecer na O2 Arena.

Número 1 do mundo, Novak Djokovic também comentou sobre a novidade. 

“O ATP World Finals é o maior e mais prestigiado evento que temos da ATP. É um evento que historicamente se move pelo mundo e estou empolgado por essa mudança para Turim em 2021. Ainda restam alguns anos, mas os jogadores estão empolgados em competir lá, será um evento muito especial”, disse.

O torneio que reúne a elite do tênis masculino, tanto em simples como em duplas, terá uma premiação recorde de US$ 14,5 milhões em 2021 (cerca de R$ 57,5 milhões). 

Turim foi a primeira capital da Itália entre 1861 e 1865 e já sediou grandes eventos esportivos como os Jogos Olímpicos de Inverno em 2006. Também é a sede de dois grandes clubes de futebol da Série A italiana: a Juventus, que tem Cristiano Ronaldo, e o Torino.