A TIM Participações espera que o crescimento da receita acelere no segundo semestre do ano, após sinais iniciais de melhora nos planos pré-pago e pós-pago em julho, afirmaram executivos da operadora de telefonia celular nesta quarta-feira.

A companhia enxerga um cenário macroeconômico mais positivo nos próximos meses, com o pacote de estímulos recentemente anunciado pelo governo impulsionando o consumo e a esperada aprovação da reforma da Previdência, acrescentaram.

“Nós estamos em posição de tirar o máximo proveito da recuperação econômica que deve acelerar no segundo semestre de 2019… A estrada será difícil, mas estamos no caminho certo”, disse o presidente-executivo, Pietro Labriola, a analistas em teleconferência sobre os resultados trimestrais.

(Reuters)