A Telecom Italia atingiu projeções de lucro no resultado do segundo trimestre, uma vez que seus negócios no Brasil compensaram o crescimento lento e a competição mais acirrada no mercado italiano, informou a companhia na quinta-feira (1)

O grupo, cujos acionistas incluem a francesa Vivendi e a companhia de investimentos Elliott, também confirmou suas expectativa de resultados para os próximos três anos.

A Telecom Italia informou que o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) caiu 2,6%, para 1,9 bilhão de euros, em linha com o consenso de analistas, fornecido pela empresa.

A receita no trimestre caiu 0,4% para 4,5 bilhões de euros, praticamente em linha com as expectativas de 4,55 bilhões.

As vendas domésticas caíram 3,4%, para 6,7 bilhões de euros nos primeiros seis meses do ano.

A TIM, subsidiária brasileira da Telecom Italia, divulgou nesta semana alta de 26% no lucro líquido ajustado do segundo trimestre, superando as expectativas do mercado.

A dívida líquida da Telecom Italia no final de junho caiu para 24,7 bilhões de euros, uma redução de 539 milhões de euros em comparação com o final do ano passado.

(com informações da Reuters)