O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, prometeu um “presente” ao governo italiano ainda durante a campanha eleitoral. Mesmo antes de sua posse, em 14 de dezembro, o Supremo Tribunal Federal brasileiro ordenou a prisão do ex-terrorista dos Proletários Armados pelo Comunismo (PAC) Cesare Battisti devido ao risco de fuga e estabeleceu

Este conteúdo é restrito a membros assinantes do site. Se você é um usuário cadastrado, por favor faça login.

Quer fazer sua assinatura Comunità Italiana e ter acesso a todo conteúdo do site?

Então clique aqui e faça seu registro.

Login de Usuários