Professores serão treinados por meio de convênio com o Consulado da Itália

O consulado da Itália em São Paulo assinou um acordo com a cidade de São Bernardo do Campo, na região do ABC, para o ensino do idioma italiano em escolas da rede pública.

O convênio prevê o treinamento, custado pelo governo italiano, de 30 professores da rede municipal de ensino, que depois darão aulas de idioma para alunos de 5 a 10 anos de idade, do Ensino Fundamental.

Os professores começarão a receber o treinamento na semana que vem. Já as aulas às crianças serão iniciadas gradualmente, primeiro com introdução à cultura e à geografia da Itália, culminando com a gramática a partir de agosto.

A Prefeitura de São Bernardo estima que ao menos dois mil alunos serão beneficiados com as aulas de italiano, as quais serão oferecidas em quatro escolas de período integral no programa “Educar Mais”.   

A presidente da Associação Cultural e de Ensino Bell’Italia, de São Bernardo, Sonia Maria Galuchi, disse que a entidade auxiliará a desenvolver os materiais de ensino e a treinar os professores. O acordo foi assinado na sede do consulado-geral em São Paulo, na presença do embaixador Antonio Bernardini, e do vice-ministro de Relações Exteriores da Itália, Guglielmo Picchi, que concluiu uma visita oficial ao Brasil.

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), foi representado por Celso Ricardo Silva, da Secretaria de Educação, e por João Renato Gazinhato, da Secretaria de Cultura. Com mais de 700 mil habitantes, São Bernardo é a primeira cidade da região do ABC – um dos bastiões da imigração italiana no estado de São Paulo – a firmar o acordo.