BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Salvini autoriza desembarque temporário de migrantes de ONG

30 de janeiro de 2019 - Por Comunità Italiana
Salvini autoriza desembarque temporário de migrantes de ONG

 

Os 47 emigrantes estacionados próximo à costa da Itália em um barco da ONG Sea Watch poderão desembarcar, se depois seguirem para Alemanha, ou Holanda – afirmou o ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, na terça-feira (29).

“Desembarque dos imigrantes? Apenas se forem encaminhados para a Holanda, de onde o barco da Sea Watch tomou sua bandeira, ou para a Alemanha, país da organização não governamental”, disse o vice-primeiro-ministro e líder da Liga extrema direita no Twitter.

“Na Itália, já recebemos, demais inclusive”, insistiu.

O governo holandês já avisou que não ficará com os 47 imigrantes, resgatados do mar Mediterrâneo há dez dias.

Salvini fez do fechamentos dos portos para os imigrantes o centro de sua gestão como ministro.

“Em 2018, houve menos mortos, e chegaram 23.370 contra 119.369 no ano anterior”, celebrou, em um artigo publicado na terça no “Corriere della Sera”.

O ministro acrescentou que essa tendência se manteve em 2019, com 155 desembarques desde o início do ano, contra 3.176 no ano anterior.

O órgão italiano que vela pelos direitos dos detidos denunciou ontem “a detenção ilegal” desses imigrantes.

Essas pessoas saíram da Líbia e foram resgatadas em 19 de janeiro. A Itália permitiu ao barco se refugiar do mau tempo, ancorando frente à costa siciliana, mas, assim como Malta e Tunísia, proibiu o desembarque.

Na segunda à tarde, milhares de pessoas protestaram diante do Parlamento italiano para pedir o fim da política de “portos fechados” de Salvini.

(AFP)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 297
            [name] => matteo-salvini
            [slug] => matteo-salvini
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 297
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 135
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 3340
            [name] => Migrantes
            [slug] => migrantes
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 3340
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 37
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 825
            [name] => Ong
            [slug] => ong
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 825
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 10
            [filter] => raw
        )

    [3] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 4886
            [name] => Sea Watch
            [slug] => sea-watch
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 4886
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 2
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Novo programa Renda de Cidadania, espécie de "Bolsa Família" da Itália, exige que o beneficiário preste serviço para o município em troca do crédito. Você concorda?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 01h25
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.