Rita Pavone passou mal no fim do show de ontem, em São Paulo, mas se recupera e confirma o show de amanhã no Rio

Sucesso mundial nas décadas de 70 e 80, a cantora italiana Rita Pavone, de 72 anos, passou mal durante seu show na noite de ontem (17), em São Paulo, e precisou deixar o palco carregada.

A intérprete de “Datemi Um Martello” se sentiu mal enquanto executava a última canção do show, que durou cerca de 1h30. Ela recebeu ajuda de sua backing vocal e precisou ser carregada no colo por seu filho. A assessoria de imprensa do Tom Brasil, onde o espetáculo ocorreu, disse que a cantora sofreu uma queda de pressão, mas já passa bem. A musa italiana estava afastada dos palcos há anos e voltou a fazer turnês em 2013. No Brasil, ela se apresentou em Porto Alegre e Curitiba nos últimos dias, e tem mais um show marcado para amanhã (19), no Rio de Janeiro, que está confirmado.

A assinante de Comunità, Regina Castiglioni ganhou convite da revista e narrou com emoção a participação no show da diva italiana até o momento do episódio que casou apreensão na platéia.

— O Show foi maravilhoso: uma platéia  acolhedora, calorosa e repleta de alegria. A Rita realmente encantou a várias   gerações. Meu filho de 33 anos se surpreendeu com o reportório  musical dela; do  rock and roll, de sua  linda e poderosa voz, e da delicadeza  nas performances que fazia  no palco ao ritmo da sua maravilhosa banda. Enfim.. uma artista fenomenal! Corajosa! Super profissional! No final do show a  tristeza no sembante paulistano… A Rita não conseguiu  cantar até  o fim. Sentiu-se mal. Talvez uma  virose acompanhada de febre? Ou um pico de pressão? Após os pedidos  de desculpas e uma tristeza geral, fecha-se a cortina. A Rita foi socorrida no palco. Mas a esperança de  dias melhores  pra ela permanece no coração da platéia. E a espera por boas  notícias da Rita Pavone pra alegria geral da nação! — nos escreve a leitora Regina.

Regina e seu filho durante o show em São Pauloo