Italiano se tornou o quarto idioma mais procurado no mundo. No Brasil, interesse é crescente por milhões de brasileiros

Professores de universidades e representantes de entidades ligadas ao ensino da língua italiana se reuniram, nesta sexta-feira (26), no Consulado da Itália no Rio de Janeiro para debater a expansão da língua italiana pelo mundo.

De acordo com um estudo realizado pela organização de linguística SIL International, o italiano se tornou, em 2018, o quarto idioma mais estudado no mundo, ultrapassando o francês. A língua do “país da bota” aparece atrás apenas do inglês, do espanhol e do mandarim. Parte desse resultado se deve ao alcance dos institutos italianos de cultura, que no ano acadêmico 2016/17 acumulavam mais de 2,1 milhões de estudantes em 115 países, segundo o jornal Il Sole 24 Ore.   

Com isso, o governo italiano deseja incentivar cada vez mais a expansão do aprendizado em universidades e escolas públicas pelo Brasil.

Na reunião, o cônsul geral da Itália no Rio, Paolo Miraglia, abriu os trabalhos e mostrou que existe um grande interesse pelo estudo no território. Já a diretora didática da Embaixada, Patrizia Magnasco, afirmou que existem várias possibilidades para a colaboração com universidades e a busca constante para que a língua italiana passe a fazer parte também de uma opção para o vestibular no Brasil.

Além disso, foram abordados também aspectos relativos ao ensino da língua e da cultura para crianças. O serviço oferecido pela Comunità foi exaltado como instrumento para a formação e a difusão da cultura e da literatura.