BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Redução de impostos na Itália deve ficar para 2019

05 de junho de 2018 - Por Comunità Italiana
Redução de impostos na Itália deve ficar para 2019

 

A chamada “flat tax” é uma das bandeiras do governo Liga-M5S

(ANSA) – Uma das principais bandeiras do novo governo da Itália, a redução das alíquotas do imposto de renda, já é motivo de divergências dentro de um dos partidos que dão sustentação ao primeiro-ministro Giuseppe Conte.

O acordo entre o Movimento 5 Estrelas (M5S) e a Liga prevê a adoção de duas únicas alíquotas de imposto de renda (15% e 20%) para pessoas físicas e jurídicas, em um sistema chamado “flat tax”, usado apenas por Rússia, Ucrânia e algumas nações bálticas entre os países europeus.

Em entrevista à emissora “Rai”, o senador Alberto Bagnai (Liga), cotado para subsecretário do Ministério de Finanças, disse que há um acordo para implantar a redução tributária para empresas em 2019 e para pessoas físicas em 2020. A declaração virou motivo de ironia por parte da oposição, que já acusa o governo de adiar suas propostas.

No entanto, o também senador Armando Siri, colega de Bagnai na Liga, disse que “não é verdade” que a flat tax entrará em vigor no ano que vem apenas para pessoas jurídicas. “Haverá também para as famílias, mas se deve fazer passo a passo. Já existe a flat tax para empresas, e nós vamos estendê-la”, afirmou o parlamentar, que é estrategista econômico do ministro do Interior e secretário da Liga, Matteo Salvini.

Segundo ele, a desoneração tributária custará cerca de 30 bilhões de euros. Durante um comício em Fiumicino, nos arredores de Roma, Salvini afirmou que “vale o que está escrito no contrato” e que o primeiro objetivo é a “paz fiscal”, com o fim das disputas entre cidadãos e o governo por questões de impostos.

Atualmente, as empresas italianas arcam com uma alíquota de 24% sobre seus rendimentos, enquanto as pessoas físicas se dividem entre cinco faixas, de 23% a 43%.

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 3552
            [name] => Giuseppe Conte
            [slug] => giuseppe-conte
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 3552
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 83
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 3661
            [name] => Redução de impostos
            [slug] => reducao-de-impostos
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 3661
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Futebol italiano se mobiliza contra racismo. Você acha que gritos preconceituosos devem ser punidos em estádios?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 22h53
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.