Uma rede internacional de tráfico de filhotes foi descoberta pela polícia italiana na segunda-feira (19). Os cachorrinhos vinham da Europa Oriental e eram vendidos ilegalmente na Itália

Investigações usando rastreamento via satélite e escutas telefônicas descobriram uma organização criminosa que estava importando cães da Hungria, Polônia e Eslováquia e os levando para um canil em Bergamo, no norte da Itália.

A operação foi iniciada em dezembro de 2017 e seis pessoas foram acusadas, entre eles italianos, poloneses e eslovacos.

Segundo informações da agência de notícias Reuters, a polícia iniciou a investigação depois de parar uma van com 65 filhotes que eram muito novos para terem sido separados de suas mães e viajavam em condições extremamente precárias.

De acordo com a publicação, os filhotes recebiam certificados e chips falsos antes de serem vendidos.

Todos os filhotes descobertos em um canil foram levados por organizações de proteção animal e colocados para adoção.

(R7)