Início » Presos dois últimos neonazistas acusados de assassinato em Verona

Presos dois últimos neonazistas acusados de assassinato em Verona

06 de maio de 2008 - Por Comunità Italiana
A polícia italiana prendeu nesta terça-feira os últimos dois membros do grupo neonazista que no último dia 1º de maio espancou até a morte em Verona, noroeste do país, um jovem de 29 anos por este ter se negado a dar um cigarro.
     
Os dois rapazes, Federico Perini, de 20 anos, e Nicoló Veneri, de 19, foram presos no aeroporto de Bergamo, norte do país, após retornarem à Itália vindos de Londres.
     
Após a agressão, ambos haviam fugido no automóvel da mãe de um deles, dirigindo-se à Áustria.
     
De lá seguiram para a Alemanha e depois pegaram um avião com destino a Londres. Nessa última segunda-feira, os médicos do hospital de Verona certificaram a morte cerebral da vítima da agressão, Nicola Tommasoli, um desenhista industrial que ficou em coma após a surra recebida pelo grupo de ultradireita.
     
Os outros três integrantes do grupo presos entre o domingo e a segunda-feira são: Guglielmo Corsi, de 19 anos, Andrea Vesentini, de 20, e Raffaele Delle Donne, de 19.
 
 
 
Fonte: Ansa 

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

Leia agora a edição 310

Editorial: Desastres e mobilização 2

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 19h33
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.