BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Início » Políticos fazem reflexão após morte de Eluana

Políticos fazem reflexão após morte de Eluana

10 de fevereiro de 2009 - Por Comunità Italiana
Condolências e convites à reflexão sobre a questão da eutanásia e do auxílio à morte marcaram as mensagens de pesar dos principais expoentes da política italiana pelo falecimento de Eluana Englaro.
   
"É uma tragédia que deixa sem palavras. Acredito que após esta morte toda a política italiana deve refletir com serenidade, silêncio e atenção, pois aqui se apagou uma vida humana", disse o prefeito de Roma, Gianni Alemanno.
   
"Continuo a pensar que esta morte devia e podia ter sido evitada, porque não há lógica de doença terminal que possa significar o fim de uma vida humana", continuou.
   
Já o presidente do país, Giorgio Napolitano, disse que "frente o desfecho de um longo e trágico acontecimento, o silêncio que um natural respeito humano exige de todos pode deixar espaço apenas a um sentimento de profundo compartilhamento da dor dos familiares e dos que estiveram próximos da pobre Eluana".
   
Na semana passada, Napolitano vetou um decreto-lei proposto pelo primeiro-ministro Silvio Berlusconi que anularia a decisão judicial que permitiu a interrupção da alimentação e da hidratação artificial de Eluana.
   
Já o líder da oposição Walter Veltroni disse que "não se pode deixar de sentir toda a pena pela morte de Eluana, pelo fim de seu longuíssimo calvário".
   
"O nosso primeiro pensamento vai para ela e à sua família, que há 17 anos compartilha amor e dor. Agora acredito que a reflexão e o silêncio sejam as únicas reações humanas frente ao que ocorreu, deixando de lado especulações e gritos", ressaltou.
   
Eluana Englaro, de 38 anos, morreu nesta segunda-feira por volta das 20h (17h em Brasília) na clínica La Quiete, na cidade de Udine, norte da Itália.
   
A paciente, que passou a viver em estado vegetativo após ter sofrido um acidente de carro em 1992, faleceu depois que o sistema de alimentação e hidratação que nutria seu organismo foi totalmente interrompido, no sábado.
 
 
 
Fonte: Ansa

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

Leia agora a edição 294

ENQUETE

Governo Lula completa um mês. Até o momento acha que está no caminho certo?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 15h40
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.