Empresa pretende contratar 300 pessoas até 2022

A empresa italiana Pirelli anunciou um plano de investimento de 120 milhões de euros (cerca de R$ 530 milhões) entre 2019 e 2021 em busca de garantir sua competitividade no Brasil.

De acordo com a empresa, o investimento será destinado para a modernização e aumentar a qualidade das fábricas de Campinas, em São Paulo, e Feira de Santana, na Bahia. A Pirelli também anunciou que, até 2021, toda a produção de pneus para motos será levada para a unidade de Campinas.

A Pirelli informou que a sua “reorganização da estrutura produtiva” está acontecendo por conta da “situação difícil do mercado”. Além disso, a empresa italiana pretende “maximizar a eficiência e garantir a competitividade”.

Em Campinas, por exemplo, a Pirelli prevê a criação de “um polo produtivo de pneus high value para carros, motos e motorsport”. A fornecedora afirmou que esse fortalecimento permitirá a contratação de 300 pessoas até 2022.

Fábrica de Gravataí

A unidade da Pirelli em Gravataí, no Rio Grande do Sul, será fechada, e o sindicato dos trabalhadores foi informado da decisão. A fábrica emprega 900 pessoas e, segundo a empresa, as demissões estão sendo negociadas.