BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Início » Pequim encerra Jogos de 2022 e passa o bastão das Olimpíadas de Inverno para a Itália

Pequim encerra Jogos de 2022 e passa o bastão das Olimpíadas de Inverno para a Itália

20 de fevereiro de 2022 - Por Comunità Italiana
Pequim encerra Jogos de 2022 e passa o bastão das Olimpíadas de Inverno para a Itália

Foi mais um show de tecnologia, luzes e som, desta vez embalado pelo sentimento de missão cumprida. Quatorze anos depois de receber os Jogos de Verão, Pequim se despediu também das Olimpíadas de Inverno com o status de primeira cidade a sediar as duas versões dos Jogos.

Sem o gigantismo das festas de edições passadas, mas com leveza pelo saldo positivo tanto esportivo quanto sanitário, a capital da China passou o bastão para Milão-Cortina D’Ampezzo, sedes da próxima edição do evento, na Itália, em 2026. Será a primeira vez que duas cidades, localizadas no norte do país no Vêneto e na Lombardia, respectivamente, dividirão esta responsabilidade. As competições envolverão ainda outros municípios localizados nas regiões – e no Trentino-Alto Ádige.

Encerramento das Olimpíadas de inverno de Pequim 2022 — Foto: Richard Heathcote/Getty Images
Encerramento das Olimpíadas de inverno de Pequim 2022 — Foto: Richard Heathcote/Getty Images
Encerramento das Olimpíadas de inverno de Pequim 2022 — Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images
Encerramento das Olimpíadas de inverno de Pequim 2022 — Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

A festa de encerramento da 24ª edição dos Jogos de Inverno foi aberta por crianças carregando lanternas em formato de flocos de neve. Também houve referências ao horóscopo chinês, além da projeção de um gigante nó chinês em belo efeito técnico.

A Noruega líder do quadro de medalhas, abriu a entrada das delegações no estádio. O país nórdico subiu 37 vezes ao pódio, com 16 ouros, oito pratas e 13 bronzes. Os atletas dos demais países entraram na sequência e se posicionaram em diferentes pontas da representação de um tradicional nó chinês reproduzida no gigante painel de LED no chão.

Com os atletas acomodados nas arquibancadas, foram realizadas as últimas cerimônias de premiação dos Jogos, do esqui cross country 30km feminino e 50km masculino. Therese Johaug, campeã entre as mulheres, ouviu o hino da Noruega. Alexander Bolshunov, do Comitê Olímpico Russo, ainda punido pelo COI, ouviu o Concerto para piano e orquestra nº 1 de Tchaikovsky.

A Itália concluiu sua participação nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim em 13º lugar, com 17 medalhas, sendo duas de ouro, sete de prata e oito de bronze.

A festa seguiu com homenagens aos voluntários e aos atletas. E voltou a emocionar com a tradicional cerimônia de passagem da bandeira olímpica. Após a execução do hino da Grécia, berço dos Jogos Olímpicos, o prefeito de Pequim passou o pavilhão ao presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, que o repassou aos prefeitos de Milão e de Cortina D’Ampezzo, Giuseppe Sala e Gianpietro Ghedina, respectivamente.

Guiseppe Sala, prefeito de Milão, e Gianpetro Ghedina, prefeito de Cortina D'Ampezzo, com a bandeira olímpica — Foto: Getty Images
Guiseppe Sala, prefeito de Milão, e Gianpetro Ghedina, prefeito de Cortina D’Ampezzo, com a bandeira olímpica — Foto: Getty Images

O hino da Itália abriu oficialmente a parte da festa dedicada aos anfitriões das Olimpíadas de Inverno de 2026. A simplicidade da festa em comparação a outras edições olímpicas ficou bastante evidente nesta parte, com apresentações pontuais no palco – primeiro, com duas crianças e uma mensagem de dualidade e união, depois com dois adultos, até a revelação do logo dos Jogos. Vídeos promocionais gravados na própria Itália e as projeções no LED guiaram a maior parte da apresentação.

Duas crianças, uma de Milão e outra de Cortina, empurram um globo terreste em mensagem de união dos povos — Foto: Sarah Stier/Getty Images
Duas crianças, uma de Milão e outra de Cortina, empurram um globo terreste em mensagem de união dos povos — Foto: Sarah Stier/Getty Images

O presidente do Comitê Organizador e do COI fizeram discursos. Nas palavras do alemão, destaque para a proclamação do desejo de que todos no mundo tenham acesso a vacinas contra a covid-19 para que a pandemia chegue ao fim. Bach declarou os Jogos de Pequim oficialmente encerrados e convidou os jovens para os Jogos de 2026.

As luzes do Ninho do Pássaro foram apagadas, apenas com lanternas fazendo um belo efeito de luz nas arquibancadas. Ao som de um coral de crianças, os aneis olímpicos foram erguidos enquanto o floco de neve gigante que emoldurava a chama olímpica desceu. Rodeado pelas bandeiras dos 91 países participantes dos Jogos, o floco foi apagado, assim como o fogo dos Jogos. Um belíssimo show de fogos de artifício encerrou a festa e o evento.

Milão-Cortina 2026

Enquanto a abertura dos próximos Jogos de Inverno será realizada no estádio San Siro, casa da Inter e do Milan, na capital da Lombardia, a cidade de Verona – inspiração de William Shakespeare para “Romeu e Julieta” – será a responsável pela cerimônia de encerramento, que ocorrerá na famosa Arena, o anfiteatro romano mais bem preservado do país.

De acordo com a programação das Olimpíadas, Milão sediará as competições indoor, como hóquei sobre o gelo, patinação artística e patinação de velocidade em pista curta. Cortina d’Ampezzo, popularmente chamada de “Pérola das Dolomitas”, receberá as provas de curling, bobsled, trenó, skeleton e esqui alpino feminino.

Além das duas cidades que carregam o nome da candidatura italiana, o pequeno município de Livigno, um vale lombardo na fronteira com a Suíça, vai sediar as etapas de snowboard e esqui estilo livre, enquanto a vizinha Bormio terá provas do esqui alpino masculino.

Diversas cidades do extremo-norte da Itália estarão envolvidas nos Jogos de 2026. Na província de Bolzano, Anterselva receberá o biatlo; já na província de Trento, Tesero terá o esqui de fundo e Predazzo contará com provas do salto com esqui. Por fim, Baselga di Pinè sediará a patinação de velocidade.

Tirando Milão e Verona, todas as outras sedes das Olimpíadas de Inverno estão localizadas na Cordilheira das Dolomitas, uma das regiões mais bonitas e visitadas da Itália.

No total, os Jogos de 2026 terão 16 modalidades olímpicas e outras seis paralímpicas. Os custos da próxima edição serão de cerca de 1,3 bilhão de euros, sendo que 400 milhões vão ser encaminhados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

O megaevento esportivo, previsto para os dias 6 e 22 de fevereiro de 2026, acontecerá pela terceira vez em solo italiano. A primeira foi na própria Cortina d’Ampezzo, em 1956, e a segunda foi disputada em 2006, em Turim.

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 2307
            [name] => China
            [slug] => china
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 2307
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 46
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 3731
            [name] => Cortina d'Ampezzo
            [slug] => cortina-dampezzo
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 3731
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 18
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 199
            [name] => Itália
            [slug] => italia
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 199
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1193
            [filter] => raw
        )

    [3] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 10584
            [name] => Jogos de Inverno de Pequim
            [slug] => jogos-de-inverno-de-pequim
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 10584
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 6
            [filter] => raw
        )

    [4] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 442
            [name] => Milão
            [slug] => milao
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 442
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 284
            [filter] => raw
        )

    [5] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 10045
            [name] => Olimpíadas de Inverno
            [slug] => olimpiadas-de-inverno
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 10045
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 7
            [filter] => raw
        )

    [6] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 10199
            [name] => Pequim
            [slug] => pequim
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 10199
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 17
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Após o resultado das eleições brasileiras e italianas, você acredita que os laços entre as duas nações se fortalecerão?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 17h45
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.