Início » Padre jesuíta é suspeito de envolvimento com a máfia

Padre jesuíta é suspeito de envolvimento com a máfia

18 de junho de 2008 - Por Comunità Italiana
A Cúria Provincial dos jesuítas divulgou hoje um comunicado expressando sua confiança na justiça e sua solidariedade ao religioso Ferruccio Romanin, da Igreja de São Inácio, que está sendo investigado pela polícia antimafia de Palermo, na Sicília.
   
Romanin é acusado de colaborar com a máfia italiana e teve seu nome citado durante uma investigação que envolve várias pessoas suspeitas de obstruir a justiça.
   
Segundo uma das pessoas interrogadas durante a investigação, o sacerdote supostamente escreveu cartas enviadas a juízes com o objetivo de influenciar no resultado de procedimentos penais que envolviam pessoas próximas à máfia.
   
"A respeito das investigações que a polícia de Palermo está realizando, sobre as quais a imprensa informou ontem e hoje e nas quais está envolvido Romanin, expressamos nossa estima e solidariedade ao religioso, conhecendo sua correção e sua grande caridade apostólica, seguros de que em nenhuma ocasião teve o intuito de levar a cabo ações ilícitas", disse a nota dos jesuítas.
 
 
 
Fonte: Ansa 

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

Leia agora a edição 307

Edições 119

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 08h07
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.