BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

ONU alerta para risco de seca no sul da Europa

14 de março de 2007 - Por Comunità Italiana
O sul da Europa, principalmente em países como Itália e Espanha, terá em breve uma grande falta de água, que poderá afetar 44 milhões de pessoas do Velho Continente até 2070, segundo o cenário previsto devido às mudanças climáticas no mundo, na segunda parte do relatório dos especialistas da ONU, do Intergovernmental Panel on Climate Change (Ipcc), que será divulgado em 6 de abril em Bruxelas.
   
Esta segunda parte do relatório, que se refere aos efeitos do aquecimento global, do qual a ANSA teve acesso antecipadamente, mostra uma Europa dividida em duas, o Norte mais moderado e o Sul mais quente.
   
Na melhor das hipóteses está previsto um aumento entre 1 e 4 graus centígrados das temperaturas no continente europeu, contra entre 2,5 e 5 graus centígrados nos piores cenários.
   
Em 2070, segundo o relatório da ONU, a população em risco, que terá problemas de falta de água, será entre 16 e 44 milhões de pessoas.
   
A biodiversidade do Mar Mediterrâneo também está em risco, com uma perda substancial dos ecossistemas aquáticos que podem desaparecer, enquanto a comunidade alpina poderia perder entre 30% e 70% da sua área. Até o final do século, a extensão dos rios poderia diminuir em 50% na Europa Central e em até 80% no sul da Europa, principalmente durante o verão.
   
O alarme de seca refere-se principalmente ao sul do continente europeu, onde as mudanças climáticas terão impactos negativos que aumentarão os riscos para a saúde, devido a maior freqüência das ondas de calor. Nesta mesma área no futuro, aumentarão os problemas ligados à redução da disponibilidade de água, por exemplo para o setor de energia hidroelétrica, mas a falta de recursos hídricos afetará também a produção agroalimentar.
   
As mudanças climáticas trarão vantagens, no entanto, para o Norte Europeu, que terá menos períodos frios e um aumento da produtividade agrícola, uma expansão das florestas e um aumento da quantidade de água disponível. Na Europa Central, ao contrário, devido ao derretimento de neve e geleiras, o risco será de maiores inundações e cheias dos rios.

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

Leia agora a edição 289

ENQUETE

Você acha que a direita da Itália sairá vitoriosa nas eleições parlamentares de 25 de setembro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 11h58
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.