BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Editoriais

O próximo abraço

17 de março de 2020 - Por Comunità Italiana
O próximo abraço

Pietro Petraglia Editor

Os registros históricos estão aí para quem desejar conhecê-los. Na literatura, no cinema, nas ciências… na vida. Ontem e hoje. Sobretudo hoje, quando o mundo defronta-se com um vírus avassalador, que nos faz pensar e repensar nosso papel na existência. O que começou na China alastrou-se pelo mundo. Na Itália, os fatos mais duros mostram ao mundo o esforço de governo e sociedade para responder com a energia necessária ao avanço da epidemia. Mais uma vez os italianos evidenciam a capacidade para superar intempéries. Ao longo dos séculos tem sido assim, desde a Roma Antiga, passando pela unificação italiana do século 19 (ou Risorgimento, como a chamam os italianos) e pela retomada após a Segunda Guerra mundial, até os dias atuais, em que o povo se organiza para derrotar o insidioso e invisível inimigo.

A sociedade italiana está fechada, mas atenta e lutando contra o coronavírus diante do olhar mundial. Impossível não observamos e não nos comovermos com a superação que empregam. Os italianos sempre foram um dos povos mais observados (e admirados) na história. A vanguarda cultural, o turismo mais intenso do planeta. A Itália encanta, mas hoje o país está necessariamente paralisado. Justamente durante esse indispensável resguardo e de como se comportarão os italianos durante essa pausa reavivam-se preconceitos. Os italianos, ao mesmo tempo em que despertam essa admiração, também são vítimas de um sem número de estereótipos etnocêntricos. Talvez o país que mais desperte em outras culturas observações estereotipadas. Somos um povo visto como “deliciosamente indisciplinado” e da “festa incessante”, mas que agora, diante do atual desafio, terá de mudar esse “perfil”. Não. A Itália não é indisciplinada. A Itália é e sempre será a Itália! A Itália dos desafios superados na história, da inclusão social, da transformação e vanguarda culturais e de mercado, da tecnologia, das belezas naturais e das obras de arte. Ou seja, somos a Itália daqueles que verdadeiramente acreditam nela.

É verdade, sejamos sinceros, o país está desconfortável. Um povo que ama o abraço, o beijo e o carinho não poderá exercer sua essência, a mais cara de sua alma. Pelo menos por enquanto. Lida com a insuportável necessária distância, algo que todo italiano detesta, e isso talvez seja o mais desagradável para um povo historicamente acostumado com o afeto. Mas vamos superar, como sempre superamos, a dor. Dor de estar longe experimentada também em tempos de migrações de tantas famílias italianas no Brasil.

Certa vez, o ensaísta italiano Giuseppe “Beppe” Severgnini, que recentemente escreveu belo artigo no Corriere della Sera no qual também aborda os enraizados estereótipos cunhados para a Itália e o desafio de o país forçosamente ter de remar contra suas mais caras essências, resumiu os italianos da seguinte forma: “Não somos o inferno nem o céu, como muitos acreditam. Somos um purgatório fascinante, cheio de almas interessantes, cada uma convencida de ser especial”. Sim, somos especiais, e justamente agora, diante de mais essa luta pela vida, mas sempre mantendo latente nossa essencial raiz: o calor humano, o afeto. Mesmo sob a distância de um metro, como determinam as novas regras de convivência em tempos de pandemia, nosso carinho de uns com os outros se mantém inabalável. Jamais duvidem disso. Jamais duvidem da corajosa Itália e de seu exemplo eternamente vivo de que o mundo e as pessoas sempre valerão a pena. E como também disse o ex-presidente Carlo Azeglio Ciampi, a história é feita de “períodos historicamente vividos”. Vivemos, portanto, o atual, e com o espírito italiano mais que nunca iluminado, porém sem traços idílicos, como o mundo costuma nos olhar. Somos fortes, e o doloroso eclipse passará, para, enfim, nos abraçarmos de novo.

Boa leitura!

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6438
            [name] => Coronavírus
            [slug] => coronavirus
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6438
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 556
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6596
            [name] => Covid19
            [slug] => covid19
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6596
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 43
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 6609
            [name] => Edição 260
            [slug] => edicao-260
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 6609
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 32
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Com medidas de distanciamento e sanitização, pontos turísticos da Itália estão programando reabertura para visitantes a partir de junho. Você pretende viajar para o exterior antes do fim do ano?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 16h34
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.