Início » Ministério Público de Florença abre investigação contra governador da Toscana

Ministério Público de Florença abre investigação contra governador da Toscana

17 de junho de 2020 - Por Comunità Italiana
Ministério Público de Florença abre investigação contra governador da Toscana

O governador da Toscana, Enrico Rossi, está sendo investigado pelo Ministério Público de Florença por causa de uma licitação relativa a um contrato de 4 bilhões de euros para a gestão do transporte público rodoviário na região.   

Rossi, do Partido Democrático (PD), de centro-esquerda, é suspeito de falsificação de atos públicos, abuso de poder, fraude em licitação e de ter induzido a promessa de vantagens indevidas. O MP de Florença iniciou as investigações após a Mobit Scarl, concorrente da Autolinee Toscane, vencedora da licitação, ter apresentado uma queixa sobre o resultado final da disputa. De acordo com os promotores do caso, o governador teria “antecipado”, em uma entrevista em 13 de novembro de 2015, o resultado da licitação. Além de Rossi, outras seis pessoas estão sendo investigadas.   

“As acusações são difamatórias e ridículas. Espero o momento certo para processar os caluniadores, a quem aconselho a se preparar para pagar por suas difamações. Aqueles que apresentaram a denúncia escondem o fato de que as notícias já estavam em domínio público havia um mês e que a imprensa e as agências nacionais haviam divulgado amplamente, desde a reunião da comissão para a abertura dos envelopes, que foi pública, conforme exigido por lei. Portanto, todos estavam cientes do resultado”, escreveu Rossi em seu perfil do Facebook.   

O contrato, que deveria ter entrado em vigor no dia 1º de junho, sofreu um atraso em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Todo o serviço de transporte rodoviário público da Toscana seria comandado pela Autolinee, que tem participação do grupo francês Ratp, por um período de 11 anos, pelo valor recorde de 4 bilhões de euros.   

“Vergonha na região da Toscana, o contrato de 4 bilhões de euros concedido aos franceses (e isso já exige vingança) acaba sob investigação, até o governador de esquerda é investigado. Os cidadãos da Toscana merecem mais!”, comentou o líder do partido de extrema direita Liga, Matteo Salvini.(com dados da Ansa).   

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 07h55
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.