Um afresco em excelentes condições de conservação que representa o mito da beleza de Narciso foi encontrado em uma luxuosa residência durante novas escavações realizadas em Pompeia, a cidade romana sepultada pela erupção do Vesúbio em 79 d.C

O novo achado está na mesma residência que há alguns meses foi também descoberto outro afresco com uma cena de caráter sexual que representa o mito grego de Leda e do cisne.

“Uma alcova refinada reapareceu em sua total beleza durante a escavação de Régio V de Pompeia, como a esplêndida imagem de Leda e do Cisne, e atrás da sala, na parte do átrio da casa, com paredes de vivas cores, aparece o afresco de Narciso enquanto olha para um lago”, explicaram os especialistas nesta quinta-feira em uma nota desde esta área arqueológica.

Os arqueólogos estão pouco a pouco descobrindo esta casa cuja decoração foi conservada em bom estado e representa delicados adornos florais, intercalados com grifos com cornucópias, cupidos voadores, tabernas e cenas de brigas entre animais.

No átrio onde foi encontrado o afresco de Narciso são ainda visíveis as escadas que conduziam ao andar superior, mas sobretudo também foi descoberto o espaço do porão, utilizado como armazenamento de recipientes de vidro, oito ânforas e um funil de bronze.

“A beleza destes quartos, já evidente desde as primeiras descobertas, nos levou a modificar o projeto e seguir com a escavação para revelar o entorno de Leda e o átrio por trás”, explicou a diretora interina do Parque arqueológico Alfonsina Russo, que antecipou que o objetivo é que possa ser visitada pelo público no futuro.

A diretora saliente desta área arqueológica destacou que todos os ambientes da residência “estão impregnados pelo tema da alegria da vida, da beleza e da vaidade” e que se trata de “uma decoração deliberadamente luxuosa e provavelmente pertinente aos últimos anos da colônia, como demonstra o extraordinário estado de conservação das cores”.

(EFE)