O ministro da Economia da Itália, Giovanni Tria, afirmou nesta quarta-feira (3) que o déficit orçamentário da Itália cairá gradualmente a partir de 2020, marcando uma mudança em relação à promessa anterior do governo de que ele permaneceria estável

O anúncio da coalizão governista na semana passada de que buscaria um déficit de 2,4 por cento do Produto Interno Bruto em 2019 e nos dois anos seguintes agitou os mercados financeiros e preocupou a Comissão Europeia.

“O déficit aumentará em comparação com a previsão anterior em 2019, mas então haverá uma redução gradual nos anos seguintes”, disse Tria a uma audiência de empresários da indústria em Roma.

Ele também afirmou que o governo garantirá que a proporção dívida/PIB caia com mais força no próximo ano do que as quedas marginais que foram registradas nos últimos três anos.

(Reuters)