Na praça fora da estação ferroviária de Milão Bovisa foi inaugurado a “Smart Energy Area”, um centro de distribuição de energia com serviços concebidos para otimizar a circulação dos passageiros.

Na “Energy Area” podem ser encontrados estações de aluguel e de recarga de scooters, bicicletas e carros elétricos, geladeiras para armazenar compras, racks e totens multimídia, tudo isso alimentado por energia solar.   

“A ‘Smart Energy Aerea’ que hoje apresentamos é uma iniciativa de nível internacional, porque combina o design com a tecnologia que permite que todos os veículos elétricos sejam capazes de fornecimento. É um projeto experimental, mas estamos orgulhosos desta iniciativa, que coloca Milão e a Lombardia no topo deste setor”, explicou o presidente da Ferrovie Nord Milano, Andrea Gibelli.   

O projeto envolve também o Politécnico de Milão e é cofinanciado pela Região da Lombardia, com recursos provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Para o governador da Lombardia, Attilio Fontana, este é um “primeiro passo” para facilitar a circulação, uma ideia inovadora, verde, sustentável, que eu acredito ser a direção certa para levar”.