O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS, na sigla em francês) confirmou na manhã desta sexta-feira (28) que o Milan está excluído da próxima edição da Liga Europa por causa de irregularidades no Fair Play Financeiro. O clube infringiu as regras no triênio 2015/2016/2017 e descumpriu as obrigações também no período seguinte 2016/2017/2018

O Milan tinha se classificado como quinto lugar do Campeonato Italiano. Como efeito da decisão, a Roma, sexta colocada, herda a vaga na fase de grupos, enquanto o Torino, sétimo, entra na etapa preliminar.

A punição tinha sido anunciada pela Uefa há um ano. O Milan recorreu ao TAS, disputou a Liga Europa na temporada passada e acabou sendo eliminado ainda na fase de grupos, por causa de um gol na última partida, diante do Olympiacos, na Grécia.

Torcida do Milan: mais uma temporada na seca europeia — Foto: Jennifer Lorenzini/Reuters

É uma péssima notícia para Paquetá. Contratado no início do ano passado, o brasileiro não conseguiu disputar a Liga Europa 2018/19 porque o clube estava eliminado quando chegou, em janeiro. Quando voltar da participação na Copa América pela seleção brasileira, vai ficar mais uma temporada sem a experiência de um torneio continental pelo time italiano.

Expulso contra o Bologna no início de maio, quando a equipe ainda sonhava com a classificação para a Champions, Paquetá foi suspenso das últimas três rodadas da Série A. Agora, vai jogar sob novo comando, de Marco Giampaolo, ex-Sampdoria, contratado para o lugar de Gattuso.

(Com informações do GE)