saporiditalia1Sensi Gastronomia, do chef Manuel Coelho, destaca os ingredientes frescos em um cardápio que valoriza a cozinha das várias regiões italianas

São Paulo – De origem portuguesa, o chef Manuel Coelho começou a apreciar a gastronomia ainda menino, quando ajudava o pai, dono de uma padaria. À medida que foi crescendo, encontrou seu caminho na gastronomia, particularmente na italiana. Foram muitas viagens ao Belpaese para conhecer melhor os segredos da cozinha local, indo de norte a sul atrás de sabores e aromas. Cursou gastronomia no ICIF (Instituto de Culinária Italiana para Estrangeiros), no Piemonte, e há 30 anos vem conquistando paladares com suas receitas que trazem um toque contemporâneo aos pratos clássicos.
Desde 2014, Coelho está à frente do Sensi Gastronomia, um restaurante de ambiente rústico e aconchegante, localizado no bairro do Campo Belo. No espaço, o chef também ministra cursos de gastronomia. A casa também possui disponibilidade para realizar eventos fechados.
— Temos um conceito bem italiano, usando produtos frescos nas receitas. Tudo é produzido dentro da casa. Não seguimos a gastronomia de uma única região da Itália, e sim mostramos um pouco de cada uma das regiões — explica o chef.
Um dos destaques do cardápio da casa vem da cozinha italiana mediterrânea: o tagliolini aos frutos do mar, o mais pedido pelos clientes. Outra receita de sucesso é o polvo, acompanhado de batatas e endívias na brasa. Entre as massas, o ravióli de mussarela de búfala tem fãs cativos. A tradicional bisteca fiorentina, um dos pratos mais tradicionais da Toscana, é servida de sexta a domingo. O menu fixo também tem espaço para sobremesas como tiramisù e cannoli com creme de pistache.
A casa ainda apresenta outras duas opções de menu. Servido de terça a sexta apenas no almoço, o menu del giorno tem entrada, prato principal e sobremesa a preços fixos. Já o menu come in Italia é a possibilidade de os clientes degustarem uma refeição completa exatamente como no Belpaese, com antepasto, primeiro prato, segundo prato e sobremesa. Para cada uma das etapas, o cliente escolhe entre três opções de entrada, quatro de primeiro prato, outras quatro de segundo, e ainda duas de doces. O preço também é fixo. É servido de terça a sexta no jantar, aos sábados no almoço e jantar e aos domingos no almoço. O cardápio muda semanalmente.
— O come in Italia é o menu clássico italiano, com os quatro tempos (de pratos). E o cardápio muda toda semana para podermos aproveitar a sazonalidade dos produtos, que também é uma característica bem forte dessa gastronomia. Focamos na sazonalidade, aproveitando o que há de mais fresco — finaliza Manuel Coelho.

saporiditalia2Taglionini ai frutti di mare
(Rendimento: três pessoas)

Ingredientes:
250 g de tagliolini all’uovo; 12 camarões médios; 3 lulas limpas; 12 mexilhões com casca limpos; 12 tomates-cereja; 1 ramo de alecrim; 1 ramo de manjericão; 1 ramo de tomilho; 500 ml de caldo de camarão; 100 ml de azeite de oliva; 2 dentes de alho picado; Meia cebola picada; 60 ml de vinho branco; 30 g de manteiga sem sal; Sal e pimenta do reino.
 
Modo de fazer:
Aquecer o azeite, acrescentar um pouco da cebola, colocar os mexilhões, refogar por 30 segundos, acrescentar uma parte do vinho e tampar. Deixar cozinhar até as cascas abrirem. Reservar.
Cortar os tomates em quatro. Cortar as lulas em rodelas finas.
Em uma frigideira, aquecer o azeite, acrescentar a cebola, refogar por um minuto e acrescentar o alho, as ervas picadas e o tomate.
Deglaçar com vinho branco e acrescentar uma concha de caldo e caldo de cozimento dos mexilhões. Deixar ferver um pouco para reduzir.
Cozinhar a massa em água fervente por dois minutos.
Retirar e colocar na frigideira, acrescentar as lulas, camarões e cozinhar por um a dois minutos. Colocar um pouco de manteiga gelada e emulsionar o molho. Colocar em um prato fundo, regar com o molho e por cima com os mexilhões.