Enquanto que o norte enfrenta mau tempo e frente fria, o sul da Itália passa por nova onda de calor com temperaturas acima dos 41°C

A região da Lombardia, no norte da Itália, foi atingida por fortes chuvas e inundações na noite de terça-feira (6) e precisou evacuar pelo menos 200 pessoas em Casargo, na província de Lecco. As informações foram relatadas na quarta-feira (7) pela Agência Regional de Emergência e Urgência (Areu), que declarou estado de emergência máxima na área.

De acordo com o Corpo Nacional de resgate nas montanhas, as cidades mais atingidas foram a de Valsassina e Valvarrone, onde ocorreram deslizamentos de terra.

A onda de mau tempo também foi registrada em Brescia e Bergamo. No município de Ono San Pietro, em Val Camonica, província de Brescia, uma ponte desmoronou. Já em Ceto, estradas e estabelecimentos foram inundados.

Também houve danos em Vêneto e em Trentino-Alto Adige. Em Bolzano, por sua vez, houve uma tempestade muito forte, com granizo e rajadas de vento a 72 quilômetros por hora, o que causou a queda de algumas árvores.

Pelo menos 30 bombeiros trabalharam durante a madrugada para evacuar as pessoas. As equipes de resgate ainda estão no local esperando que a situação volte ao normal.

Apesar da frente fria no norte da Itália, o sul do país se prepara para enfrentar mais uma onda de calor extremo. A expectativa é de que as temperaturas ultrapassem 41ºC, principalmente na Sicília, Sardenha, Calábria e Puglia.

(com informações da ANSA)