Pietro Petraglia Editor

A aposta da população italiana que manifestou voto claro de protesto nas urnas ao votar, em março do ano passado, no Movimento 5 Estrelas, partido antissistema de Luigi Di Maio, que divide o poder no país com a Liga Norte, da direita de Matteo Salvini, durou pouco e não consegue mais se sustentar. A problemática relação e os escândalos crescentes de ambas as partes estão levando ainda mais ruínas à capital romana. O casamento complexo entre forças opostas parece ter chegado ao limite. Não faltam acusações e xingamentos públicos de ambas as partes. Enquanto isso, os italianos enfrentam custos altos de combustíveis e sofrem para chegar ao final do mês. O quadro ficará mais claro após os resultados nas urnas para as eleições europeias no próximo dia 26 de maio, conforme matéria nesta edição do nosso correspondente Stefano Buda.

Enquanto isso, por aqui observamos que todas as fichas estão na aprovação da Reforma da Previdência Social. Se aprovada, está claro para investidores estrangeiros que existirão as bases para acreditar no País e a engrenagem voltar a produzir riquezas. Caso contrário, o cenário seria de crise ainda mais profunda. E nesse sentido, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, avisa que “a reforma sairá mesmo com toda trapalhada do governo com mídia social”. E essa é uma clara resposta a um governo que critica a imprensa e valoriza os twitters e as mensagens via Instagram ou Facebook. Não dá para acreditar que pessoas inteligentes se formam a partir de poucas letras em mídias sociais, ao contrário da informação aprofundada e crítica que publicações são capazes de oferecer, com o livre arbítrio de escolha de seus leitores.

As relações bilaterais estão bem aquecidas como mostram nossas reportagens desta edição nos setores econômico, social e cultural. A Itália investe cada vez mais na expansão da língua italiana, que ocupa o quarto lugar entre os idiomas mais falados no mundo, em todo o território brasileiro e missões entre líderes de ambos os governos voltam a ter destaque.

Na capa, trazemos uma das figuras mais populares do Brasil. Ana Maria Braga nos fala do orgulho de ser cidadã italiana e nos revela passagens importantes de sua vida.

A edição está recheada de entretenimento, cultura e serviços. Confira a agenda em torno dos festejos da República italiana pelo Brasil e pelos 500 anos da morte do gênio Leonardo da Vinci.

Boa leitura!