Início » Líderes europeus evitam parabenizar Putin por vitória nas eleições na Rússia

Líderes europeus evitam parabenizar Putin por vitória nas eleições na Rússia

18 de março de 2024 - Por Comunità Italiana
Líderes europeus evitam parabenizar Putin por vitória nas eleições na Rússia

Líderes de países europeus evitaram parabenizar o presidente da Rússia, Vladimir Putin, por sua vitória nas eleições encerradas no último domingo (17). Segundo a Comissão Eleitoral Central, o mandatário recebeu 87,29% dos votos, recorde na história do país.

“As condições de uma eleição livre, plural e democrática não foram respeitadas de novo”, disse o Ministério das Relações Exteriores da França.

Na Itália, a primeira-ministra Giorgia Meloni ainda não se pronunciou, porém o vice-premiê Matteo Salvini, historicamente simpático a Putin, disse que, “quando um povo vota, ele sempre tem razão”.

O outro vice-premiê do país, Antonio Tajani, também ministro das Relações Exteriores, foi questionado sobre a declaração de Salvini e destacou que as eleições na Rússia “foram caracterizas por pressões fortes e até violentas”.

“[Alexey] Navalny foi excluído das eleições com um homicídio, vimos as imagens de soldados nas urnas, não me parece que tenha sido uma eleição que respeita os critérios que nós respeitamos”, ressaltou.

Já Cerstin Gammelin, porta-voz do presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, afirmou que não haverá uma carta de felicitações a Putin. “Hoje penso nas pessoas que lutam pela liberdade e democracia na Rússia e que vivem em constante perigo por causa do regime de Putin”, escreveu o chefe de Estado alemão no X (antigo Twitter).

Por sua vez, o ministro da Defesa do Reino Unido, Grant Shapps, definiu o líder russo como um “Stálin dos nossos dias”, enquanto a ex-república soviética da Lituânia destacou que as eleições “não foram justas nem livres e não respeitaram nenhum padrão democrático”.

Uma das únicas exceções na Europa foi o presidente de Belarus, Aleksandr Lukashenko, aliado fiel do Kremlin e que felicitou Putin por sua “vitória convincente”. No restante do mundo, o presidente russo também recebeu os parabéns de países como Bolívia, China, Coreia do Norte, Cuba, Irã e Tajiquistão. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 05h57
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.