Amparados pelo talento de Gnonto, os italianos conseguiram 6 pontos em duas rodadas e estão classificados para as oitavas de final

Foi um 1º tempo em que o grito de gol ficou entalado na garganta de quem estava nas arquibancadas no Estádio Bezerrão, no Gama (DF). Inúmeras chances foram criadas, mas ninguém conseguiu balançar as redes. A Itália ousou mais, chutou 13 vezes a gol, mas o goleiro García – da mesma escola dos lendários Carbajal e Ochoa – fechou a meta, defendendo bolas incríveis. Numa delas, García defendeu por duas vezes, no mesmo lance, as pretensões italianas. 

A grande chance, porém, foi mexicana. Aos 38 minutos, o zagueiro Ruggeri cometeu pênalti, confirmado pelo VAR (árbitro de vídeo). O camisa 10, Luna, foi para a cobrança, o goleiro Molla saltou para o canto certo e espalmou, frustrando a maioria da torcida no estádio.

No 2º tempo, a Itália continuou pressionando mais. Aos 22 minutos, Gnonto chuta forte, de dentro da área, a bola desvia na zaga mexicana e bate na rede pelo lado de fora. Aos 28 minutos, Gnonto, da Internazionale de Milão, fez uma grande jogada individual, pegou a bola, saiu driblando e arriscou de fora da área. O tiro saiu firme, rasteiro, no canto de García, que nada pode fazer: 1 a 0. Gnonto é o jogador mais jovem a marcar gols neste Mundial, com 15 anos e três gols. 

O México deveria buscar o empate nos minutos que restavam, mas o técnico Marco Ruíz já tinha feito as três substituições. O time estava sem criatividade e só conseguiu chegar ao gol graças a uma jogada individual do reserva Álvarez. Ele entrou na área, passou por dois italianos e chutou no canto. Um golaço aos 46 minutos! 

Logo em seguida, a Itália foi ao ataque, a bola sobrou livre na área para o lateral Udogie, que chutou prensado, a bola enganou o goleiro García e entrou: 2 a 1, aos 48 minutos do 2º tempo.
Irritado, Rafael Martínez chutou a bola no rosto de Boscolo e foi expulso.

A Itália volta a campo no domingo, também no Estádio Bezerrão, para enfrentar o Paraguai, vice-líder da chave. No mesmo horário, o México encara as Ilhas Salomão, precisando da vitória. (com dados da EBC)