A cavadinha de Andrea Pinamonti, em pênalti cobrado aos 38 minutos de jogo, garantiu a Itália nas quartas de final do Mundial Sub-20

Terceira colocada na última edição e em busca de um título inédito, a Azzurra derrotou a anfitriã Polônia por 1 a 0 e agora vai aguardar o vencedor de Argentina x Mali, que jogarão às 15h30 na próxima terça-feira, para conhecer seu adversário da próxima sexta-feira.

O JOGO


A primeira metade da partida foi bastante equilibrada. A Polônia teve maior posse de bola nos primeiros 15 minutos e começou melhor. Foram duas chances em sequência, com Zylla, aos nove, e Stanilewicz, aos 11.

Mas a Itália conseguiu equilibrar a partida e contou com a inspiração do atacante Pinamonti, que atua no Frosinone. Primeiro, ele mandou de ombro por cima do gol. Depois, mais uma finalização perigosa. O chute da entrada da área passou à direita do gol de Majecki.

Aos 36 minutos, a Itália cobrou falta lateral e a bola desviou no braço do atacante Steczyk: pênalti. Na cobrança, Pinamonti bateu com enorme categoria e abriu o placar, tirando completamente o goleiro do lance com uma cavadinha no meio do gol.

A Itália ainda teve a chance de ampliar o placar antes da ida para o intervalo. Pinamonti descolou belo lançamento para Tripaldelli, que achou Scamacca. O camisa 11 deu belo corte no zagueiro, mas chutou por cima do gol. No lance seguinte, Frattesi também tentou, mas o chute desviou no zagueiro.

SEGUNDO TEMPO

A etapa final começou com a Polônia tentando mais o ataque e perdendo uma chance clara logo aos cinco minutos. Makowski tentou passe, mas a bola desviou e caiu no pé de Zylla. O meia bateu bem, mas Plizzari conseguiu ocupar bem o espaço e tirou com os pés.

Apesar da superioridade, a Polônia não conseguiu criar tantas chances de gol nos primeiros minutos. Foi só a partir dos 25 minutos da etapa final que os poloneses realmente mostraram superioridade, obrigando Plizzari a fazer duas grandes defesas – primeiro, em chute de Zylla no ângulo esquerdo. Depois, em pancada de Skoras.

Aos 32 minutos, a Itália teve a chance de ficar muito perto da classificação, mas a confiança de Pinamonti acabou pesando de maneira negativa. Ele recebeu livre na entrada da área após bobeada da zaga, mas tentou bater por cobertura e a bola ficou fácil para o goleiro.

A Polônia tentou pressionar nos minutos finais, mas Plizzari esteve seguro e evitou as oportunidades do time da casa. No último lance, Steczyk ainda tentou, mas não conseguiu colocar força no chute. Vitória italiana e eliminação dos donos da casa.

Colômbia x Nova Zelândia

A Colômbia superou a Nova Zelândia no outro jogo abriu o mata-mata do Mundial da Polônia no domingo (02), mas sofreu para avançar. No tempo normal, empate em 1 a 1 – Reyes abriu o placar para os sul-americanos, e Just deixou tudo igual.

Nos pênaltis, o goleiro Woud defendeu as duas primeiras cobranças colombianas – ainda pegou a terceira logo na sequência, mas se adiantou e, além de ter que voltar, recebeu o amarelo. Depois, os colombianos converteram todos os seus chutes e avançaram.