Início » Itália registra mortos e feridos durante celebrações de Ano Novo

Itália registra mortos e feridos durante celebrações de Ano Novo

02 de janeiro de 2024 - Por Comunità Italiana
Itália registra mortos e feridos durante celebrações de Ano Novo

Fogos de artifício e outros explosivos tradicionalmente lançados para celebrar o Ano Novo deixaram mortos e feridos na Itália, anunciou a polícia na segunda-feira (1°).

Uma mulher de 45 anos, identificada como Concetta Russo, morreu após ser atingida por um tiro na cabeça durante a celebração do Ano Novo em sua casa, em Afragola, na região de Nápoles.

De acordo com as primeiras investigações, o disparo partiu do interior da casa onde a mulher estava celebrando a virada com familiares, com mais de uma dezena de pessoas no local.

Depoimentos das testemunhas presentes serão colhidos em breve. Concetta Russo deixou o marido e dois filhos adultos.

Em um caso semelhante, também em Nápoles, outra mulher, de 50 anos, foi ferida no abdômen por um tiro de arma de fogo enquanto assistia ao espetáculo de fogos de artifício da varanda de sua casa.

Após outra ocorrência, um argelino de 50 anos está internado em estado grave com um ferimento de arma de fogo no ombro direito. Ele relatou que, enquanto estava na rua, uma pessoa em um veículo em movimento disparou em sua direção.

Em Acerra, na mesma província, dois comerciantes, de 34 e 28 anos, relataram estar em um estande de fogos de artifício quando foram abordados por duas pessoas em uma motocicleta que pediram dinheiro.

Em seguida, foram abordados por outras duas pessoas, em outra moto, e uma delas disparou em sua direção. Eles foram atingidos nas pernas e têm estado de saúde estável.

Em toda a região de Nápoles, foram registrados 35 feridos durante a virada do ano, incluindo três menores.

Ainda em Nápoles, um carro pegou fogo no bairro Pianura, possivelmente após passar sobre um foguete lançado de cima durante as celebrações e que explodiu naquele momento.

Os bombeiros tiveram que intervir para controlar as chamas que atingiram a parte dianteira do veículo, e os passageiros saíram ilesos.

Milão

No bairro San Siro, em Milão, houve tensões entre a polícia e jovens que incendiaram objetos e quebraram o vidro de uma viatura.

Na Piazza del Duomo, principal cartão postal da capital financeira da Itália, a polícia fez checagens em 1,5 mil pessoas. Seis jovens foram levados à delegacia por falta de documentos e outros seis foram denunciados, três por porte de objetos perigosos, um por explosões de artefatos, um por desrespeito a ordem judicial e outro por porte ilegal de arma.

Roma

Em Roma, 17 pessoas ficaram feridas durante as comemorações, sendo três menores de idade. Um jovem de 24 anos e um homem de 45 anos perderam as mãos devido à explosão de fogos de artifício.

Em Anzio, perto de Roma, um homem foi ferido no pé por um disparo de arma de fogo na noite de Ano Novo. Ele teria relatado que estava caminhando na rua quando sentiu dor no calcanhar. O ferimento não é grave.

Fogos

Em outras regiões da Itália, houve uma série de ferimentos por fogos de artifício. Um homem de 26 anos, ficou gravemente ferido no rosto e em um olho devido à explosão acidental de um rojão durante as celebrações de Ano Novo em uma residência em Treviso.

Em Capoterra, na Cidade Metropolitana de Cagliari, um homem de 50 anos perdeu dois dedos após a explosão acidental de um rojão enquanto acendia os artefatos, e foi levado para o hospital em estado grave.

Na província de Foggia, um jovem de 17 anos teve a mão esquerda amputada, e um homem de 47 anos, de San Severo, teve quatro dedos da mão esquerda amputados devido à explosão de fogos de artifício.

Na Versilia, um adolescente de 15 anos teve duas dedos da mão direita amputados devido à explosão de fogos de artifício em Forte dei Marmi. Em Grosseto, um adolescente ficou gravemente ferido devido à explosão de um foguete durante as celebrações de Ano Novo.

Bombeiros

Em todo o país, os bombeiros realizaram 703 intervenções relacionadas a incêndios, ligados às celebrações, um leve aumento em comparação com o ano anterior, quando foram registradas 646 ocorrências.

A região da Emilia Romagna registrou o maior número, com 101 intervenções. Os demais incidentes ocorreram nas seguintes regiões: Piemonte (46), Lombardia (69), Veneto e Trentino Alto Adige (47), Friuli Venezia Giulia (21), Liguria (42), Toscana (49), Marche (25), Umbria (22), Lazio (74), Abruzzo (16), Molise (1), Campania (38), Basilicata (6), Calabria (9), Puglia (60), Sicília (52) e Sardenha (25). (com dados de agências internacionais)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 01h32
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.