A Itália recordou no sábado (6) o 10º aniversário do terremoto em L’Aquila e sua região, no centro do país, que deixou mais de 300 mortos

Uma cerimônia prestou homenagem aos 309 falecidos e quase 1.600 feridos no violento tremor que sacudiu a capital da região de Abruzzo nas primeiras horas de 6 de abril de 2009.

“O caminho para a reconstrução começou, mas é necessário seguir com os esforços porque ainda resta muito por fazer”, disse o presidente italiano Sergio Mattarella.

“Muitas casas ainda esperam pela reconstrução e muito patrimônio artístico foi danificado pelo terremoto”, completou.

O tremor deixou pelo 80.000 desabrigados. A prefeitura de L’Aquila abrigou estas pessoas em blocos de apartamentos equipados com sistemas antissísmicos.

(AFP)