O Produto Interno Bruto (PIB) da Itália recuou 0,2% no quarto trimestre de 2018 em relação ao terceiro trimestre, segundo a leitura preliminar da agência de estatísticas Istat, e entrou em recessão técnica, uma vez que, entre julho e setembro, já havia se contraído 0,1% ante os três meses imediatamente anteriores. Analistas consultados pelo Wall Street Journal já previam o segundo trimestre seguido de encolhimento da economia, mas contavam com queda trimestral menor entre outubro e dezembro, de 0,1%.

Na comparação anual dos últimos três meses de 2018, o PIB italiano cresceu apenas 0,1%, também desapontando as projeções de economistas, de expansão de 0,3%.

“Essa estimativa, de natureza provisória, reflete do lado da oferta uma piora líquida na conjuntura do setor industrial a que se conjuga uma contribuição negativa do setor agrícola, diante de uma estagnação da atividade no setor de serviços”, afirmou a Istat em comunicado.

(Estadão Conteúdo)