Início » Itália endurece punições para quem violar quarentena

Itália endurece punições para quem violar quarentena

24 de março de 2020 - Por Comunità Italiana
Itália endurece punições para quem violar quarentena

O governo da Itália aprovou nesta terça-feira (24) um decreto que endurece as punições para quem violar as regras de confinamento impostas a todo o país por causa da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Uma das medidas prevê de um a cinco anos de prisão para pessoas infectadas que não cumprirem a quarentena obrigatória.

De acordo com o texto, os pacientes que foram testados positivos para a Covid-19 e saírem intencionalmente de suas residências serão indiciados por crime contra a saúde pública pela contribuição à propagação da pandemia.

O texto, que ainda precisa ser publicado no Diário Oficial, prevê também multas de 400 (R$ 2,2 mil) a 3 mil euros (R$ 16,4 mil) para quem não respeitar as medidas de contenção estabelecidas pelo governo. Todos os habitantes da Itália estão submetidos a regime de confinamento desde 10 de março e só podem sair de casa por razões de trabalho, saúde ou familiares, bem como para comprar alimentos e itens de primeira necessidade.

Em nota emitida pelo Palazzo Chigi, o governo também informou que os decretos locais ainda permanecerão em vigor pelos próximos 10 dias. No entanto, em casos específicos de risco agravado à saúde, os governantes das regiões do país deverão emitir portarias adicionais.

Além disso, o primeiro-ministro Giuseppe Conte já determinou o fechamento de todas as indústrias e empresas cujas atividades não sejam “estratégicas” para o país. Até o momento, a Itália contabiliza 69.176 casos do novo coronavírus e 6.820 mortos. (Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 20h12
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.