Remédios, produtos sanitários, equipamentos médicos e uma doação de mais de R$12 milhões foram enviados ao país latino americano pela Cruz Vermelha italiana 

A Venezuela recebeu na quarta-feira (31) um carregamento de doações com 34 toneladas de ajuda humanitária procedente da Itália, informou a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV).

“Trinta e quatro toneladas de remédios e suplementes médicos chegaram à Venezuela. Este carregamento foi enviado pela Cruz Vermelha italiana para a Cruz Vermelha da Venezuela, e isso permitirá expandir a operação, aumentar o apoio aos centros de saúde do país e ajudar as pessoas mais vulneráveis”, informou Francesco Rocca, presidente da FICV, no Twitter.

O envio, que se soma aos ocorridos em abril e junho, foi coordenado pela Cruz Vermelha da Itália, com “apoio do Ministério de Relações Exteriores e de doadores privados”, informou Rocca.

A terceira carga recebida pelo país, dessa vez com 34 toneladas, inclui “remédios essenciais como antibióticos e anti-inflamatórios, produtos sanitários descartáveis e uma série de equipamentos médicos como desfibriladores”, informou a organização.


“Sabemos que este envio não vai satisfazer todas as necessidades do país: pedimos a todos os parceiros e doadores que apoiem nossos apelos para aliviar o sofrimento dos venezuelanos”, frisou Rocca.

Através do Twitter, a Cruz Vermelha venezuelana compartilhou imagens do carregamento que chegou ao país através do Aeroporto Internacional de Maiquetía, que serve Caracas, e agradeceu a mediação do Ministério das Relações Exteriores italiano.

A carga humanitária também inclui uma doação de 3 milhões de euros à Cruz Vermelha do país.

A doação busca oferecer apoio aos centros de saúde da Venezuela e garantir que hospitais e clínicas tenham acesso à água potável e a um saneamento eficaz.

(com informações da EFE)