Cordilheira fica no extremo sul dos Alpes e também divide espaço com a França

O conselho diretivo da Comissão Nacional Italiana para a Unesco lançou, nesta quinta-feira (24), a candidatura dos Alpes Marítimos, cordilheira que fica na extremidade sul dos Alpes, a Patrimônio Mundial da Humanidade.

A candidatura também tem o apoio da França e de Mônaco, que dividem espaço e compartilham a cadeia montanhosa com a Itália. A avaliação definitiva é esperada para junho.

“A Itália é orgulhosa de ter um patrimônio natural e uma riqueza de biodiversidade que o mundo inveja”, declarou o ministro do Ambiente Sergio Costa.

“Estamos enriquecendo ainda mais o quadro de patrimônios, com reconhecimentos que ajudam a promover o território, a microeconomia local e o ecoturismo”, acrescentou.

A Itália é o país do mundo com mais lugares tombados pela Unesco.