Um incêndio em um edifício na cidade de Reggio Emilia, no nordeste da Itália, causou nesta segunda-feira (10) a morte de duas pessoas e deixou pelo menos outras 13 feridas em estado grave, além de dezenas de intoxicados pela fumaça, informou o corpo de Bombeiros

As duas vítimas mortais são um homem e uma mulher de origem norte-africana que foram encontradas nas escadas do edifício, onde residem imigrantes na maioria.

O incêndio começou por volta das 5h locais (2h em Brasília) no subsolo do edifício de quatro andares, próximo da estação de trem de Reggio Emilia.

Há pelo menos 13 pessoas em estado grave, entre elas uma mulher e quatro crianças que foram internadas em hospitais próximos, e outras quatro em estado leve, que também foram transferidas para centros de saúde, disse à emissora “SkyTG24” um porta-voz dos bombeiros de Reggio Emilia.

Cerca de 40 pessoas também foram intoxicadas pela fumaça.

Os bombeiros continuam trabalhando na região e contam com auxílio de agentes da polícia e dos carabineiros (polícia militarizada).

“As operações de evacuação foram muito longas e complicadas precisamente porque era impossível usar a escada”, disse o porta-voz, que garantiu que o fogo já está controlado e que agora as autoridades devem investigar o que causou o incêndio.

(EFE)