BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Grupo ruandês nega participação em ataque que matou embaixador italiano na RDC

23 de fevereiro de 2021 - Por Comunità Italiana
Grupo ruandês nega participação em ataque que matou embaixador italiano na RDC

As Forças Democráticas pela Libertação de Ruanda (FDLR) negaram envolvimento no ataque que matou três pessoas na República Democrática do Congo (RDC) na última segunda-feira (22), incluindo o embaixador da Itália no país africano, Luca Attanasio.   

A ação foi realizada em uma estrada entre as cidades de Goma e Bukavu, perto da fronteira ruandesa, e também vitimou o policial militar italiano Vittorio Iacovacci e o motorista congolês Mustapha Milambo.   

Em comunicado citado pelo site local Actualité, as FDLR afirmam que seus combatentes não participaram do ataque e pedem que as autoridades do Congo e a missão da ONU no país (Monusco) descubram os responsáveis por “esse assassinato desprezível, ao invés de recorrer a acusações precipitadas”.

Além disso, o grupo rebelde afirma que o ataque ocorreu “não longe” de destacamentos dos exércitos da RDC e de Ruanda. “Os responsáveis por esse assassinato ignóbil devem ser procurados nas fileiras desses dois exércitos e de seus patrocinadores, que formaram uma aliança para perpetuar o saque no leste da RDC”, dizem as FDLR.   

O grupo foi formado por exilados da etnia hutu no Congo no início dos anos 2000. Entre seus integrantes estão membros das antigas milícias que conduziram o genocídio tutsi em Ruanda, em 1994, quando entre 800 mil e 1 milhão de pessoas foram massacradas em apenas três meses.   

As FDLR são acusadas de perpetrar diversos ataques no leste do Congo, incluindo um que matou 12 guardas do Parque Nacional Virunga, local do atentado contra o embaixador italiano, em abril do ano passado.   

Seu objetivo é derrubar o governo do presidente de Ruanda, Paul Kagame, um dos líderes da guerrilha tutsi que derrotou os genocidas e que está formalmente no poder desde 2000.   

Divergências

O grupo ruandês havia sido acusado diretamente na última segunda-feira pelo Ministério do Interior da RDC, que disse também que outras três pessoas foram raptadas.   

Já nesta terça (23), o gabinete do presidente Félix Tshisekedi emitiu um comunicado afirmando que Attanasio, Iacovacci e Milambo foram assassinados por “sequestradores”. Os três faziam parte de um comboio do Programa Mundial de Alimentos da ONU – vencedor do Nobel da Paz em 2020 – que visitaria um projeto de distribuição de comida em escolas. O motorista congolês foi morto na hora, mas os dois italianos teriam sido levados para a floresta pelos agressores.   

Di Maio pede cooperação da RDC para esclarecer ataque

O ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio, reiterou a necessidade do governo da República Democrática do Congo de esclarecer o assassinato do embaixador italiano Luca Attanasio e do carabineiro Vittorio Iacovacci, na segunda-feira.

Em conversa com a chanceler congolesa, Marie Tumba Nzeza, o ministro italiano afirmou que é preciso entender a dinâmica e as responsabilidades do atentado.

“O meu país conta com seu apoio incondicional e total cooperação das autoridades da República Democrática do Congo nos contatos e intercâmbios com o poder judiciário e as forças de segurança italianas”, afirmou Di Maio no telefonema.

Além disso, o chanceler italiano fez um apelo por assistência para facilitar ao máximo o repatriamento dos corpos das vítimas para a Itália.

“Estamos concluindo os trâmites necessários para providenciar o retorno com nosso voo estadual, no qual também estão presentes os familiares das vítimas, além do pessoal da nossa Unidade de Crise e dos Carabineiros”, concluiu o político italiano.

Nzeza, por sua vez, prometeu a Di Maio o compromisso total por parte do seu país para descobrir quem está por trás deste crime.

Na tarde de segunda, o presidente da RDC, Félix Tshisekedi Tshilombo, disse estar consternado com o assassinato do embaixador italiano no país e das outras duas vítimas, o carabineiro Vittorio Iacovacci e o motorista Mustapha Milambo.

Em uma declaração citada pela imprensa local, Tshilombo condena “veementemente estes atos odiosos perpetrados em Kibumba, perto de Goma” e determina que as autoridades do país encontrem os responsáveis e os levem à justiça. 

Homenagem

A presidência do Conselho de Ministros da República Democrática do Congo  anunciou que as bandeiras italiana e europeia nos prédios públicos dos órgãos Constitucionais e Ministérios estarão a meio mastro até hoje (23) em sinal de luto pela trágica morte do embaixador da Itália em Kinshasa e do carabineiro italiano. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 8408
            [name] => FDLR
            [slug] => fdlr
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 8408
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 8407
            [name] => Forças Democráticas pela Libertação de Ruanda
            [slug] => forcas-democraticas-pela-libertacao-de-ruanda
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 8407
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 1
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 8409
            [name] => RDC
            [slug] => rdc
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 8409
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 2
            [filter] => raw
        )

    [3] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 8410
            [name] => República Democrática do Congo
            [slug] => republica-democratica-do-congo
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 8410
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 5
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Você acredita que teremos um mundo melhor após o baque da pandemia de Covid?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 14h16
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.