Início » Governo da Itália estuda criar imposto sobre criptomoedas

Governo da Itália estuda criar imposto sobre criptomoedas

22 de novembro de 2022 - Por Comunità Italiana
Governo da Itália estuda criar imposto sobre criptomoedas

O governo da Itália estuda criar um imposto sobre os lucros derivantes de operações com criptomoedas. A medida está sob análise do gabinete da premiê Giorgia Meloni, que deve apresentar em breve sua Lei Orçamentária para 2023, e seria uma fonte de recursos extra para financiar promessas eleitorais.

Ainda não há maiores detalhes sobre a iniciativa, porém ela incluiria a regularização das atividades ligadas a criptomoedas, ativos especulativos caracterizados por grandes oscilações nos preços, como o bitcoin.

A primeira Lei Orçamentária de Meloni deve estabelecer 32 bilhões de euros de gastos em déficit para financiar promessas eleitorais, incluindo um pacote de 21 bilhões de euros para compensar famílias e empresas pela disparada do custo da energia.

Além disso, o governo quer reduzir a carga tributária sobre a folha de pagamento para pessoas de baixa renda em três pontos percentuais e restringir a renda de cidadania, bandeira do partido de oposição Movimento 5 Estrelas (M5S), para vetar o benefício a quem recusar propostas de trabalho.

A premiê também trabalha em uma reforma previdenciária para introduzir a chamada “cota 103”, que permitiria a aposentadoria de trabalhadores com 62 anos de idade e 41 anos de contribuição.

Atualmente, está em vigor a “cota 102” (64 anos de idade e 38 de contribuição), mas, se o governo não agir, em 2023 voltará a vigorar a contestada Lei Fornero, que estabelece 67 anos como idade mínima. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 16h30
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.