BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Início » Futuros dos EUA oscilam à espera de mais balanços e mais detalhes do mercado hoje

Futuros dos EUA oscilam à espera de mais balanços e mais detalhes do mercado hoje

24 de outubro de 2022 - Por Comunità Italiana
Futuros dos EUA oscilam à espera de mais balanços e mais detalhes do mercado hoje

Na China, Xi Jinping assegurou seu terceiro mandato como secretário-geral do Partido Comunista Chinês neste domingo

Os índices futuros dos EUA operam entre leves altas e baixas nesta segunda-feira (24), após Wall Street atingir sua melhor semana desde junho no fechamento de sexta-feira. Enquanto isso, bolsas da Europa e Ásia operam mistas, com investidores aguardando por mais resultados corporativos e pela escolha do novo primeiro-ministro do Reino Unido após a renúncia de Liz Truss na semana passada.

Depois que a Netflix (NFLX34) surpreendeu os investidores positivamente, com lucro acima das projeções do mercado, enquanto o Snap decepcionou, as atenções se voltam agora para outras big techs.

Microsoft (MSFT34) e Alphabet, dona do Google (GOGL34), vão divulgar resultados na terça-feira (25). No dia seguinte (26), saem os números da Meta (M1TA34), controladora do Facebook. E na quinta-feira (27) é a vez da Apple (AAPL34) e Amazon (AMZO34) divulgarem seus balanços trimestrais.

Índices de gerentes de compras de manufatura (PMI, na sigla em inglês) e serviços de outubro serão divulgados nesta segunda-feira.

Na China, Xi Jinping assegurou seu terceiro mandato como secretário-geral do Partido Comunista Chinês neste domingo, algo sem precedentes, e introduziu um órgão governamental de alto escalão repleto de partidários seus, consolidando seu lugar como o governante mais poderoso do país desde Mao Zedong.

O produto interno bruto (PIB) da China cresceu 3,9% no terceiro trimestre em relação ao ano anterior, acima da projeção de analistas consultados pela Reuters que esperavam crescimento de 3,4%.

No Brasil, a recém-iniciada temporada de resultados começa a ganhar fôlego nos próximos dias. Empresas de peso do Ibovespa divulgarão seus números. A semana já começa com a prévia trimestral de produção da Petrobras (PETR3;PETR4), nesta segunda-feira.

Do lado econômico, são esperados os números da conta corrente e investimento estrangeiro direto de setembro.

1.Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA recuam nesta manhã de segunda-feira (24), após as três principais médias atingirem sua melhor semana desde junho no fechamento da véspera.

Investidores aguardam por uma série de resultados do terceiro trimestre de grandes nomes da tecnologia nesta semana. Devido ao tamanho da capitalização de mercado de muitas dessas empresas, qualquer movimento após os lucros provavelmente afetará todo o mercado.

Microsoft (MSFT34) e Alphabet, dona do Google (GOGL34), vão divulgar resultados na terça-feira (25). No dia seguinte (26), saem os números da Meta (M1TA34), controladora do Facebook. E na quinta-feira (27) é a vez da Apple (AAPL34) e Amazon (AMZO34) divulgarem seus balanços trimestrais.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  •  Dow Jones Futuro (EUA), -0,35%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,39%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,53%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam mistos, com destaque para o Índice Hang Seng, de Hong Kong, que caiu 6,36%, para 15.180,69 pontos, impactado por uma combinação de fatores, incluindo maiores rendimentos do Tesouro dos EUA.

O chinês Xi Jinping assegurou seu terceiro mandato como secretário-geral do Partido Comunista Chinês neste domingo, algo sem precedentes, e introduziu um órgão governamental de alto escalão repleto de partidários seus, consolidando seu lugar como o governante mais poderoso do país desde Mao Zedong.

O líder do Partido Comunista de Xangai, Li Qiang, subiu depois de Xi no palco do Grande Salão do Povo depois que o novo Comitê Permanente do Politburo foi apresentado, o que o coloca na fila para se tornar primeiro-ministro chinês assim que Li Keqiang se aposentar em março.

O produto interno bruto (PIB) da China cresceu 3,9% no terceiro trimestre em relação ao ano anterior, acima da projeção de analistas consultados pela Reuters que esperavam crescimento de 3,4%.

Os mercados de Cingapura, Malásia e Índia estão fechados por conta de um feriado nesta segunda-feira. No final desta semana, o Banco do Japão se reunirá, enquanto Cingapura e Austrália devem divulgar dados de inflação.

  • Shanghai SE (China), -2,02%
  • Nikkei (Japão), +0,31%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -6,36%
  • Kospi (Coreia do Sul), +1,04%

Europa

Os mercados europeus operam em alta em sua maioria, enquanto o Partido Conservador do Reino Unido escolhe um novo primeiro-ministro após a renúncia de Liz Truss na semana passada. O ex-primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson informou neste domingo (23) desistiu da disputa ao posto de próximo líder.

Os rendimentos do título de 10 anos do Reino Unido estão sendo negociados em seu nível mais baixo desde o mini-orçamento, que jogou os mercados em turbulência em 23 de setembro.

O presidente francês Emmanuel Macron e a nova primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, realizaram conversas informais no domingo em sua primeira reunião juntos, enquanto a Alemanha ainda está contemplando sua estratégia de preço do gás.

  • FTSE 100 (Reino Unido), -0,52%
  • DAX (Alemanha), +0,40%
  • CAC 40 (França), +0,52%
  • FTSE MIB (Itália), +0,19%

Commodities

As cotações do petróleo reverteram o início de sessão positivo e passaram a operar em baixa, enquanto traders esperam por interrupções no fornecimento global de petróleo quando a proibição da União Europeia às importações russas entrar em vigor em 5 de dezembro. O grupo também planeja bloquear as importações de produtos petrolíferos russos em fevereiro.

Os preços do petróleo também têm queda depois que dados da China mostraram que a demanda por energia em setembro caiu em relação a um ano atrás. Em setembro deste ano, as importações de petróleo bruto da China caíram 2% em comparação com um ano atrás, mostraram dados alfandegários.

  • Petróleo WTI, -2,12%, a US$ 83,23 o barril
  • Petróleo Brent, -1,79%, a US$ 91,83 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 0,15%, a 679,50 iuanes, o equivalente a US$ 93,58

Bitcoin

  • Bitcoin, -0,82% a US$ 19.327,72 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

Os próximos dias vão ser marcados por uma série de pesquisas eleitorais sobre o segundo turno da corrida presidencial, que acontece no próximo domingo (30). Nos levantamentos mais recentes, os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PL) e o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) aparecem com uma pequena diferença e até mesmo empatados tecnicamente.

Além das tensões eleitorais, a semana ainda vai ter decisão sobre juros e prévia da inflação oficial. Tudo isso em meio a dezenas de resultados trimestrais das empresas e dados de emprego.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC brasileiro inicia na terça-feira (25) sua penúltima reunião do ano.

A prévia do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15), referente a outubro, vai ser divulgada no mesmo dia em que começa a reunião do Copom. O Itaú prevê alta de 0,09% na comparação mensal, levando a taxa anual para 6,8%.

Na quinta-feira, sai a atualização do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no terceiro trimestre.

Na Europa, o Banco Central Europeu (BCE) deve anunciar uma nova alta de juros na quinta-feira.

Brasil

8h: Índice IPC-S semanal

8h25: Boletim Focus

9h30: Transações correntes

9h30: Investimento estrangeiro

15h: Balança comercial semanal

18h: Pesquisas eleitorais – Ipec

EUA

9h30: Índice de atividade nacional Fed Chicago

10h45: PMI industrial e de serviços

3. Noticiário econômico

Promessas devem gerar um impacto de R$ 140 bilhões no orçamento

O próximo governo terá de encontrar uma maneira de acomodar um impacto orçamentário que ultrapassa os R$ 140 bilhões com compromissos ou promessas feitos pelos dois presidenciáveis, segundo levantamento feito para o Valor Fiscal pelo Instituto Nacional de Orçamento Público (Inop).

Na largada, há R$ 52 bilhões que não estão previstos no Orçamento para 2023 e que serão necessários para custear a manutenção do Auxílio Brasil em R$ 600 mensais, o que os dois presidenciáveis garantem que vão fazer.

Deflação é maior na classe média do que entre mais pobres, diz Ipea

A forte queda da inflação nos últimos três meses, quando o Brasil teve o maior recuo de preços – ou seja, deflação – já registrado nas estatísticas, aliviou mais o bolso das famílias de classe média do que o dos brasileiros mais pobres. Enquanto a deflação nas camadas de renda média superou 1,5% entre julho e setembro, a queda nos preços dos produtos consumidos pelas famílias de renda considerada muito baixa – que recebem menos de R$ 1,73 mil por mês – foi de menos da metade: 0,67%.

Os números foram calculados, a pedido do Estadão/Broadcast, pelo grupo de estudos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Grupo discute mudança no ICMS e subsídio para manter desoneração de combustíveis

O grupo criado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para resolver o impasse em torno da manutenção da atual desoneração dos combustíveis discute pelo menos três propostas para evitar que, como querem os Estados, a Corte derrube a lei que impôs um teto para a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Uma das propostas consiste em mexer na cobrança do tributo conforme o aumento dos preços do barril de petróleo no mercado internacional. Outra sugestão passa pela criação de um fundo de estabilização para amenizar possíveis impactos de reajustes de preços para o consumidor final. Também está na mesa uma tentativa de redistribuir os royalties do petróleo aos Estados e aos municípios para compensar perdas de arrecadação com a fixação do teto para o ICMS.

O grupo é formado por secretários estaduais da Fazenda, integrantes do governo federal e representantes no Congresso Nacional, e foi criado pelo ministro Gilmar Mendes, relator no Supremo de ações que questionam duas leis aprovadas pelo Congresso sobre o tema.

4. Noticiário político

Bolsonaro chama Roberto Jefferson de bandido e se compara a Lula: “Não passamos pano para ninguém”

Algumas horas após o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB) receber a tiros de fuzil e uma granada agentes da Polícia Federal que cumpriam mandado de prisão e mais tarde se entregar às autoridades, o presidente Jair Bolsonaro (PL) buscou se distanciar do político outrora aliado e criticar posturas adotadas por ele em eventos recentes.

Em sabatina à RecordTV, Bolsonaro chamou Jefferson de “criminoso” e “bandido”, repudiou os ataques feitos por ele dois dias atrás à ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), e usou o caso para criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu adversário na disputa pelo Palácio do Planalto, a quem chamou de “fujão” por não comparecer a debate.

TSE concede a Lula 24 direitos de resposta contra Bolsonaro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu no sábado (22), por unanimidade, conceder para a campanha do candidato Lula 24 inserções de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV como direito de resposta à campanha do presidente Jair Bolsonaro. Os dois disputam o segundo turno da corrida presidencial, cuja votação está marcada para 30 de outubro.

A decisão equivale a um dia inteiro de propaganda eleitoral na TV, por exemplo, já que cada candidato tem direito a 25 inserções diárias. Cada inserção vai ao ar cinco vezes nas principais emissoras de sinal aberto – Band, Globo, Record, RedeTV e SBT. Sendo assim, na prática, Lula obteve o direito a 116 veiculações em resposta a Bolsonaro.

O caso é julgado no plenário virtual do TSE, após a relatora, ministra Maria Cláudia Bucchianeri, ter suspendido os efeitos de sua própria decisão monocrática (individual) anterior, em que havia concedido 164 veiculações à campanha de Lula.

Covid

O Brasil registrou neste domingo (23) 15 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 687.680 desde o início da pandemia.

Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 69. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -5%, indicando tendência de estabilidade.

No total, o país registrou 1.836 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 34.830.752 casos conhecidos desde o início da pandemia.

5. Radar Corporativo

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras, em continuidade ao comunicado divulgado em 30/09/2022, comunicou o início da fase não vinculante referente à venda de sua rede de fibra óptica onshore.

Os potenciais compradores habilitados para essa fase, com início na última sexta-feira (21), receberão um memorando descritivo contendo informações mais detalhadas sobre o ativo em questão, além de instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo as orientações para elaboração e envio das propostas não vinculantes.

O ativo consiste na rede de fibra óptica onshore que possui a extensão de aproximadamente 8.000 km, abrangendo todas as regiões do país, conectando diversas capitais e regiões metropolitanas.

Braskem (BRKM5)

A Braskem (BRKM5) informou que a taxa média de utilização das centrais petroquímicas aumento 5 pontos percentuais no 3T22 em relação ao 2T22, explicado pelo processo de retomada das operações após parada programada de manutenção na central petroquímica do Rio Grande do Sul e na planta de PVC Alagoas, que havia impactado a taxa de utilização da central petroquímica da Bahia. Na comparação com o 3T21, a taxa de utilização se manteve em linha.

As vendas de resinas no mercado brasileiro aumentaram 2% em relação ao 2T22, em função da maior disponibilidade de produto para venda, após a conclusão das paradas programadas de manutenção realizadas no 2T22, e da maior demanda por resinas devido a sazonalidade do período. Ante ao 3T21, o volume de vendas no mercado brasileiro permaneceu em linha.

Bradespar (BRAP4)

A Bradespar (BRAP4) comunicou que sua Diretoria, em face da “Política Indicativa de Remuneração Anual ao Acionista”, decidiu submeter ao Conselho de Administração, para deliberação em reunião que será realizada no dia 9.11.2022, proposta para pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio, no montante de R$ 580 milhões, conforme segue:

a) dividendos, no valor de R$ 310 milhões, sendo R$ 0,740550903 por ação ordinária e R$ 0,814605993 por ação preferencial; e

b) juros sobre o capital próprio, no valor de R$ 270 milhões, sendo R$ 0,644995948 por ação ordinária e R$ 0,709495543 por ação preferencial.

O pagamento será realizado em 21 de novembro de 2022, com base na posição acionária de 09 de novembro de 2022.

IRB (IRBR3)

O IRB (IRBR3) registrou um prejuízo líquido de R$ 164,7 milhões no mês de agosto de 2022, revertendo o lucro de R$ 84,8 milhões em agosto de 2021, informou a companhia de resseguros nesta sexta-feira (21). No ano passado, destacou, o resultado foi impactado pelo efeito positivo one-off (não recorrente) de R$ 129,4 milhões, decorrente de registro do ganho de ação judicial referente ao PIS/PASEP.

Nos primeiros oito meses de 2022 o prejuízo líquido acumulado foi de R$ 516,4 milhões, ante um prejuízo líquido no mesmo período de 2021 de R$ 168,9 milhões. “Se considerarmos a sinistralidade normalizada, o resultado líquido para o período de oito meses de 2022 seria negativo em R$ 9,9 milhões”, destacou.(InfoMoney com Estadão, Reuters e Agência Brasil)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 1781
            [name] => Bolsa de valores
            [slug] => bolsa-de-valores
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 1781
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 461
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 7936
            [name] => Bolsas Mundiais
            [slug] => bolsas-mundiais
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 7936
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 454
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 9517
            [name] => Mercado Financeiro
            [slug] => mercado-financeiro
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 9517
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 298
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

O Ministério da Educação da Itália lançou uma circular em que proíbe o uso de celulares e dispositivos eletrônicos análogos em salas de aula de todo o país. Você concorda com a medida?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 11h39
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.