BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Início » Fundo americano KKR faz proposta para comprar a Telecom Italia

Fundo americano KKR faz proposta para comprar a Telecom Italia

22 de novembro de 2021 - Por Comunità Italiana
Fundo americano KKR faz proposta para comprar a Telecom Italia

Agências internacionais de notícias divulgaram no domingo (21) a proposta da gigante americana de private equity KKR de US$ 12,2 bilhões (10,8 bilhões de euros) para comprar a Telecom Italia, dona da TIM Brasil. A oferta preliminar em dinheiro da KKR é de 50,5 centavos de euro por ação e representa um prêmio de 46% em relação ao fechamento das ações da tele na última sexta-feira (19).

Segundo informações preliminares, a proposta está condicionada a uma auditoria de confirmação de cerca de quatro semanas, bem como o aval do governo, que tem o  chamado “Golden Power” sobre a tele. Além do governo, um dos principais acionistas da empresa, a francesa Vivendi pode criar obstáculos.

A KKR já havia comprado uma participação de 37,5% na FiberCo, a unidade de fibra da Telecom Italia, no ano passado por 1,8 bilhão de euros.

Ações da Telecom Italia disparam após a proposta da KKR

As ações da Telecom Italia chegaram a disparar 30% nesta segunda-feira, depois que o fundo norte-americano KKR apresentou uma proposta não vinculativa para comprar o antigo monopólio telefônico da Itália avaliando-o em 10,8 bilhões de euros.

A forte oscilação desencadeou a suspensão da negociação das ações no maior grupo telefônico italiano, que tem um papel importante nos esforços para expandir a conectividade de banda larga em todo o país.

Por volta de 8:15 (horário de Brasília), as ações eram negociadas em alta de 27,45%, a 0,4416 euro.

A oferta da KKR dá à Telecom Italia, com sua dívida líquida de 22,5 bilhões de euros, um ‘enterprise value’ de 33 bilhões de euros.

A diretoria do grupo italiano não se manifestou sobre a proposta.

A oferta da KKR ocorre em meio à turbulência na Telecom Italia, que emitiu dois alertas de lucro em três meses, levando a Vivendi a pressionar para substituir o presidente-executivo, Luigi Gubitosi.

Não tendo conseguido conter a queda da receita da Telecom Italia, Gubitosi buscou opções para extrair dinheiro dos ativos do grupo, incluindo o mais valioso – a rede de telefonia fixa, que o governo considera estratégica.

O Tesouro da Itália disse no domingo que a decisão de usar poderes especiais do governo para bloquear o interesse estrangeiro indesejado em empresas estratégicas dependeria dos planos para a rede.

Banda Larga

Roma está se preparando para empregar bilhões de euros em fundos de recuperação da União Europeia para apoiar o lançamento de banda larga ultrarrápida em toda a Itália, que tem avaliação baixa para conectividade digital na União Europeia.

O governo quer ter certeza de que todos os planos para a rede da Telecom Italia estão em linha com as metas de banda larga da Itália, proporcionando os investimentos necessários e protegendo empregos.

Os 42.500 funcionários da companhia na Itália têm sido uma preocupação para o governo, juntamente com a pilha de dívidas com classificação de risco do grupo, que tem dificultado os investimentos necessários para atualizar a rede.

O KKR quer fechar o capital da Telecom Italia, o que, segundo analistas, tornaria a reestruturação mais fácil.

A firma de private equity sediada em Nova York dividiria os ativos da Telecom Italia, incluindo a linha fixa que seria administrada como um ativo regulado pelo governo assim como o modelo de rede elétrica Terna ou rede de gás Snam, disseram as fontes.

O KKR já é um investidor na rede da Telecom Italia após um acordo de 1,8 bilhão de euros fechado com Gubitosi no ano passado para adquirir uma participação de 37,5% na FiberCop, a unidade que detém a chamada rede “last mile” da Telecom Italia que vai da rua às casas das pessoas.

As empresas de private equity rivais CVC e Advent, que também vinham estudando planos para a Telecom Italia assessoradas por seu ex-CEO Marco Patuano, disseram no domingo que permaneceram abertas a trabalhar em uma solução para fortalecer o grupo italiano. (com dados de agências internacionais)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 10061
            [name] => KKR
            [slug] => kkr
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 10061
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 7
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 4290
            [name] => Telecom Italia
            [slug] => telecom-italia
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 4290
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 35
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 4720
            [name] => TIM Brasil
            [slug] => tim-brasil
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 4720
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 19
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Após o resultado das eleições brasileiras e italianas, você acredita que os laços entre as duas nações se fortalecerão?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 06h48
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.