Alemão será o novo membro da academia da escuderia para jovens

A scuderia italiana Ferrari anunciou o piloto alemão Mick Schumacher, filho do heptacampeão de Fórmula 1, como novo membro da academia da equipe para jovens.

Aos 19 anos, Mick se destacou em categorias inferiores do automobilismo, principalmente depois de ter conquistado seu primeiro título na carreira em monopostos, o Campeonato Europeu de Fórmula 3.

“Estou muito feliz que a Ferrari tenha entrado em uma parceria comigo e meu próximo futuro no automobilismo será em vermelho, fazendo parte da academia de pilotos da Ferrari e também da Família Ferrari. Este é mais um passo em frente na direção certa, e eu só posso me beneficiar da imensa quantidade de conhecimento que existe lá”, disse Schumacher.

De acordo com a Ferrari, o alemão já participará a partir da próxima semana da preparação da pré-temporada com os outros pilotos da acadêmia da escuderia italiana.

“Para alguém como eu que o conhece desde o nascimento, não há dúvida de que receber Mick na Ferrari tem um significado emocional especial, mas o escolhemos por seu talento e qualidades humanas e profissionais que ele já exibia apesar da sua pouca idade”, explicou Mattia Binotto, novo chefe da Ferrari.

Além de Schumacher, a academia de jovens da equipe italiana também conta com os pilotos Giuliano Alesi e Callum Ilot, que disputarão a Fórmula 2, Marcus Armstrong e Robert Shwartzman, da Fórmula 3, Enzo Fittipaldi, da Fórmula Regional, e por fim, o brasileiro Gianluca Petecof, da Fórmula 4.

Na Ferrari, Mick tentará repetir os feitos do pai na equipe italiana, onde conquistou cinco campeonatos mundiais de Fórmula 1 (2000, 2001, 2002, 2003 e 2004).