BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Início » Festival de Cinema de Veneza tem início com 23 filmes na disputa pelo Leão de Ouro

Festival de Cinema de Veneza tem início com 23 filmes na disputa pelo Leão de Ouro

31 de agosto de 2022 - Por Comunità Italiana
Festival de Cinema de Veneza tem início com 23 filmes na disputa pelo Leão de Ouro

A 79ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza começa nesta quarta-feira (31) com 23 filmes na disputa pelo Leão de Ouro, cujo prêmio será anunciado no próximo dia 10 de setembro.

Na relação de concorrentes estão “White Noise”, de Noah Baumbach, que vai abrir a mostra, e cinco filmes italianos, incluindo “Bones and All”, de Luca Guadagnino, e “L’Immensità”, de Emanuele Crialese, estrelados, respectivamente, por Timothée Chalamet e Penélope Cruz. Como de costume, o Festival de Veneza montou uma lista de concorrentes dominada por homens: são 18 filmes dirigidos por eles e apenas cinco por mulheres, como “The Eternal Daughter”, longa de Joana Hogg e protagonizado pela premiada Tilda Swinton.

Entre os destaques da seleção ainda estão “Blonde”, de Andrew Dominik, que traz Ana de Armas no papel de Marilyn Monroe, e “Bardo, o Falsa Crónica de unas Cuantas Verdades”, novo longa do vencedor do Oscar Alejandro Iñárritu.

Paralelamente ocorrerá a sessão “Fuori Concorso”, de filmes que não disputam prêmios no festival, a qual reunirá 25 produções, incluindo “Nuclear”, de Oliver Stone, a série “Riget Exodus”, de Lars von Trier, e “Master Gardener”, de Paul Schrader. Este último, receberá o Leão de Ouro pela carreira, assim como a atriz Catherine Deneuve. Organizado pela Bienal de Veneza e dirigido por Alberto Barbera, o evento acontece anualmente com o objetivo de conscientizar e promover o cinema internacional em todas as suas formas como arte, entretenimento e como indústria.

Além disso, realiza retrospectivas e homenagens a grandes figuras como contribuição para uma melhor compreensão da história do cinema.

Neste ano, inclusive, a organização do Festival vai prestar solidariedade aos cineastas que estão sob ataque no mundo, principalmente os que foram presos nos últimos meses.

A programação ocorrerá em colaboração com a Coalizão Internacional de Cineastas em Risco (ICFR) e visa conscientizar a imprensa, os governos e as organizações humanitárias mundiais sobre a situação dos cineastas privados de liberdade de expressão. Ao todo, serão realizadas duas iniciativas: uma no dia 3 de setembro, quando ocorrerá um painel internacional, e outra no dia 9, com um flash mob.

Confira abaixo a lista completa de concorrentes ao Leão de Ouro:

– “Il Signore delle Formiche”, de Gianni Amelio: Ambientado no final da década de 1960, o filme reconstrói a história do dramaturgo e poeta Aldo Braibanti, condenado a nove anos de prisão por ter submetido à sua vontade, no sentido físico e psicológico, um de seus aluno. O menino, a mando da família, é internado em um hospital psiquiátrico e submetido a uma série de choques elétricos devastadores para “curar-se” daquela influência “diabólica”.

– “The Whale”, de Darren Aronofsky: Estrelado por Brendan Fraser, este drama psicológico conta a história de um professor de inglês recluso que sofre de obesidade severa e que tenta se reconectar com sua filha adolescente distante para uma última chance de redenção.

– “White Noise”, de Noah Baumbach: Trata-se de uma comédia ácida que acompanha um professor que leciona uma matéria sobre o líder nazista Adolf Hitler e que perde o controle de sua vida quando um acidente espalha toxinas químicas por sua cidade. No elenco estão Adam Driver e Greta Gerwig.

– “L’Immensità”, de Emanuele Crialese: Ambientado nos anos 1970 em Roma, o filme conta a história de Clara e Felice que acabaram de se mudar para um novo apartamento. No entanto, o casamento acabou, eles não se amam mais, mas não podem se separar. A responsabilidade de mantê-los unidos fica com as crianças sobre as quais Clara despeja todo o seu desejo de liberdade. Adriana, a mais velha, acaba de completar 12 anos e rejeita seu nome, sua identidade e afirma ser menino. O filme é estrelado pela atriz Penélope Cruz.

– “Saint Omer”, de Alice Diop: Traz a história verídica de uma mulher senegalesa acusada de matar sua filha de 15 meses ao abandoná-la em uma praia no norte da França. Também narra a vida de um romancista de 30 anos que quer usar o julgamento em andamento para criar uma obra.

– “Blonde”, de Andrew Dominik: Baseado no romance de Joyce Carol Oates e dedicado a estrela Marylin Monroe, interpretada por Ana De Armas. O longa conta as duas faces da vida da diva do cinema, atrás e à frente dos holofotes, apresentando também a história de seus dois maridos, Joe DiMaggio e Arthur Miller (Bobby Cannavale e Adrien Brody, respectivamente).

– “Tár”, de Todd Field: Conta a história de Lydia Tár (Cate Blanchett), uma das maiores regentes do mundo, que foi a primeira a comandar uma das grandes orquestras da Alemanha. O ambiente em que trabalha é machista e por isso é sempre obrigada a demonstrar sua competência como musicóloga.

– “Love Life”, de Koji Fukada: O filme tem como protagonista Taeko, cuja vida flui tranquilamente ao lado de seu marido e filho pequeno Keita até que um evento dramático marca o retorno do pai biológico da criança.

– “Athena”, de Romain Gravas: Escrito com Ladj Ly, diretor de “Os Miseráveis”, a produção narra uma tragédia moderna, uma revolta popular em um subúrbio parisiense após o assassinato pela polícia de um jovem de origem estrangeira – que é o irmão mais novo de três protagonistas.

– “Bones and All”, de Luca Guadagnino: Escrito por David Kajganich, o filme é uma adaptação do romance “Fino all’osso”, de Camille DeAngelis, e narra a história do primeiro amor entre Maren, uma garota que está aprendendo a sobreviver à margem da sociedade, e Lee, um solitário com uma alma combativa. O longa mostra a caminhada de dois jovens em busca contínua de identidade e beleza e conta com Taylor Russell, Timothée Chalamet, Michael Stuhlbarg e André Holland no elenco.

– “The Eternal Daughter”, de Joanna Hogg: Esta é uma história de fantasmas filmada no País de Gales, onde uma artista de meia-idade (Tilda Swinton) e sua mãe idosa enfrentam segredos enterrados quando são forçadas a retornar à antiga casa de sua família.

– “Shab, Dakheli, Divar”, de Vahid Jalilvand: O longa conta a história de Ali, um homem com deficiência visual cuja vida começa a desmoronar quando descobre que Leila (Diana Habibi) está escondida em seu apartamento.

– “Chiara”, de Susanna Nicchiarelli: O filme traz a história de Chiara e Francesco em sua busca para redescobrir a dimensão política, espiritual e do “radicalismo” de suas vidas – além de debater a pobreza e a escolha de levar uma existência sempre às margens de uma sociedade injusta.

– “Monica”, de Andrea Palaoro: A produção conta a história de uma mulher que volta para casa depois de uma longa ausência para cuidar da mãe. Esse retorno à família da qual saiu na adolescência a faz embarcar em um caminho em suas dores e medos, em suas necessidades e desejos, até descobrir em si mesma a força para curar as feridas de seu passado.

– “Khers Nist”, de Jafar Panahi: O filme narra duas histórias de amor paralelas em que os parceiros são frustrados por obstáculos ocultos e inevitáveis.

– “All the Beauty and Bloodshed”, de Laura Poitras: Este filme conta a história da fotógrafa Nan Goldin e sua luta militante contra a família Sackler e a Purdue Pharma, produtoras de OxyContin, um narcótico que desencadeou uma epidemia de dependência de opióides.

– “Un Couple”, de Frederick Wiseman: É um filme de ficção inédito do documentarista norte-americano, que conta a correspondência entre Liev Tolstói e sua esposa Sofia.

– “Les Miens”, de Roschdy Zem: A comédia-drama familiar é estrelada por Moussa, um homem gentil e altruísta sempre disponível para sua família, ao contrário de seu irmão Ryadh, um conhecido apresentador de TV famoso por seu egoísmo mesmo com sua comitiva. Quando Moussa é atingido por uma doença que transforma seu caráter para pior, ele encontrará solidariedade apenas de Ryadh.

– “Les Enfants des Autres”, de Rebecca Zlotowski: É a história pessoal da diretora e de seu parceiro, o cineasta Jacques Audiard. Rachel (Virginie Efira), 40 anos, ama sua vida, seus alunos, seu ex-namorado, suas aulas de violão. Quando ela se apaixona por Ali, ela cria laços profundos com sua filha de quatro anos. Ele a protege e a ama como a mãe que ela não é.

– “The Son”, de Florian Zeller: O filme focará em Peter (Hugh Jackman), um homem começando uma nova família que tem a vida bagunçada quando sua ex-mulher, Kate (Laura Dern), aparece com seu filho adolescente, Nicholas. O longa, que explorará a depressão na adolescência, conta também com Anthony Hopkins no elenco.

– “The Banshees of Inisherin”, de Martin McDonagh: Estrelada por Colin Farrell e Brendan Gleeson, a história se passa na Guerra Civil Irlandesa de 1923, na ilha fictícia de Inisherin, e narra a amizade de Pádraic e Colm, amigos de longa data mas que, de um momento para o outro, começam a se distanciar sem explicação aparente.

– “Argentina, 1985”, de Santiago Mitre: Baseado em fatos reais, o longa se inspira na história de Julio Strassera, Luís Moreno Ocampo e sua equipe que processam militares da ditadura argentina, mais conhecida como o Julgamento das Juntas.

– “Bardo, o Falsa Crónica de unas Cuantas Verdades”, de Alejandro Iñárritu: Estrelado por Daniel Giménez Cacho e Griselda Siciliani, a “comédia nostálgica” da Netflix acompanha um renomado jornalista e a documentarista que, durante uma crise existencial, retorna à sua cidade natal, onde precisa se reconectar com sua família, memórias e sua própria identidade. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 431
            [name] => Festival de Veneza
            [slug] => festival-de-veneza
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 431
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 61
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 742
            [name] => Leão de Ouro
            [slug] => leao-de-ouro
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 742
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 20
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Governo Lula completa um mês. Até o momento acha que está no caminho certo?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 07h44
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.