BIANUAL

BIANUAL

A partir de
Por R$ 299,00

ASSINAR
ANUAL

ANUAL

A partir de
Por R$ 178,00

ASSINAR
ANUAL ONLINE

ANUAL ONLINE

A partir de
Por R$ 99,00

ASSINAR


Mosaico Italiano é o melhor caderno de literatura italiana, realizado com a participação dos maiores nomes da linguística italiana e a colaboração de universidades brasileiras e italianas.


DOWNLOAD MOSAICO

Baixe nosso aplicativo nas lojas oficiais:

Início » Falas de membros do Fed após ata do Fomc, inflação na Europa e mais assuntos do mercado hoje

Falas de membros do Fed após ata do Fomc, inflação na Europa e mais assuntos do mercado hoje

18 de agosto de 2022 - Por Comunità Italiana
Falas de membros do Fed após ata do Fomc, inflação na Europa e mais assuntos do mercado hoje

Por aqui, investidores acompanham também falas de Paulo Guedes e Roberto Campos Neto em eventos

Os mercados asiáticos fecharam no vermelho, enquanto os índices futuros de Nova York operam perto da estabilidade na manhã de quinta-feira (18), após a ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto(FOMC, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed) deixar os próximos passos da autoridade monetária em aberto.

O BC americano disse continuar comprometido em combater a inflação, mas indicou que intensidade do aperto monetário dependerá de indicadores econômicos.

Nesse sentido, investidores esperam que o Fed possa desacelerar o ritmo de seus aumentos de juros depois que a leitura do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) de julho mostrou que a inflação desacelerou um pouco. Mas nem todos os participantes do mercado estão convencidos.

Em indicadores, saem os números de pedidos semanais de seguro-desemprego e vendas de casas usadas.

Já as bolsas da Europa operam sem direção definida, com investidores repercutindo o índice preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro de julho, que apresentou crescimento de 0,1% na base mensal e de 8,9% na base anual.

No Brasil, Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, e Paulo Guedes, ministro da Economia, falam sobre perspectivas econômicas em evento do BTG, enquanto a agenda doméstica de indicadores está esvaziada.

Confira mais destaques:

1.Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Após o índice a vista do Dow Jones interromper uma sequência de cinco altas na sessão anterior, os índices futuros dos EUA operam no vermelho com investidores se posicionando à espera dos próximos passos do Fed.

A ata do Fomc disse que a autoridade monetária vai acompanhar os próximos indicadores da economia, como inflação, mercado de trabalho e índices de atividade. Assim, deixou a porta aberta para ajustes que podem ser tão agressivos quanto o último ou mais suaves, nos próximos encontros.

O Fed elevou sua taxa de juros de referência de um dia em 2,25 pontos percentuais neste ano, para uma faixa de 2,25% a 2,50%. Após a divulgação da ata, operadores de contratos futuros vinculados à taxa básica de juros do Fed viram uma alta de 0,50 ponto percentual como mais provável em setembro.

“Eles permaneceram ‘hawkish’ (duros com a inflação), mas também abriram a porta talvez para um aumento de 0,50 ponto percentual em setembro, em vez de 0,75 (ponto)“, disse Peter Cardillo, economista-chefe de mercado da Spartan Capital Securities, em Nova York.

No front corporativo, Kohl’s, Tapestry, Estee Lauder e Ross Stores reportam seus resultados nesta quinta-feira. A Applied Materials também publicará sua atualização trimestral.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), -0,11%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,12%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,16%

Ásia

Os mercados da Ásia-Pacífico fecharam em baixa também repercutindo a ata do Fed.

Em destaque na política monetária da região, após elevar as taxas em 50 pontos-base na quarta-feira, o presidente do Banco da Reserva da Nova Zelândia, Adrian Orr, disse na quinta-feira estar confiante de que a inflação está caindo.

Enquanto isso, o banco central filipino está se reunindo sobre as taxas de juros e deve aumentar as taxas em 50 pontos base.

Na China, a mídia local informa que governos locais podem vender mais de US$ 229 bilhões em títulos para financiar investimentos em infraestrutura e impulsionar a economia do país. Na região, os EUA e Taiwan iniciaram conversas para a criação de um acordo comercial, o que pode elevar ainda mais as tensões com a China.

  • Shanghai SE (China), -0,46%
  • Nikkei (Japão), -0,96%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -0,80%
  • Kospi (Coreia do Sul), -0,33%

Europa

Os mercados europeus operam sem direção definida em meio à contínua cautela do mercado sobre as perspectivas inflacionárias. O índice de preços ao consumidor (CPI) da zona do euro de julho cresceu 0,1% na mensal e 8,9% na base anual, em linha com consenso Refinitiv.

  • FTSE 100 (Reino Unido), -0,16%
  • DAX (Alemanha), +0,29%
  • CAC 40 (França), +0,23%
  • FTSE MIB (Itália), +0,28%

Commodities

As cotações do petróleo sobem nesta quinta-feira (18), estendendo os ganhos da sessão passada. O início da manhã tinha sido de queda para os preços, em meio ao aumento da produção da Rússia e as preocupações com uma possível recessão global.

Os russos começaram a aumentar gradualmente a produção de petróleo após restrições relacionadas às sanções e à medida que os compradores asiáticos aumentaram as compras, levando Moscou a aumentar suas previsões de produção e exportações até o final de 2025, mostrou um documento do Ministério da Economia revisado pela Reuters.

Já o minério de ferro de Dalian caiu para uma mínima de três semanas nesta quinta-feira, perdendo os US$ 100 a tonelada, enquanto os preços do ingrediente siderúrgico operavam voláteis em Cingapura, pressionados por preocupações com a fraca demanda de aço e o aumento da oferta na China.

Uma onda de calor recorde que atingiu várias regiões da China, maior produtora de aço, causou escassez de energia, forçando as autoridades a racionar a eletricidade com o uso residencial priorizado em relação ao consumo industrial. Os estoques de minério de ferro no porto na China em um pico de três meses aumentaram a pressão sobre os preços, disseram analistas da Huatai à Reuters.

  • Petróleo WTI, +1,16%, a US$ 89,13 o barril
  • Petróleo Brent, +1,36%, a US$ 94,92 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve baixa de 3,96%, a 678,50 iuanes, o equivalente a US$ 99,90

Bitcoin

  • Bitcoin, -1,50% a US$ 23.457,30 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

Nesta quinta (18), haverá divulgação de números de pedidos de seguro-desemprego semanal e dados de vendas de casas usadas nos Estados Unidos. Além destes indicadores, dois membros do Fed discursam, podendo comentar a ata do Fomc publicada ontem (17).

No Brasil, Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, e Paulo Guedes, ministro da Economia, palestram em evento do BTG sobre perspectivas macroeconômicas.

Brasil

10h: Paulo Guedes, ministro da Economia, participa da 23ª Conferência Santander – Painel: Propostas para o Brasil (fechado à imprensa)

10h30: Roberto Campos Neto, presidente do BC, palestra no evento BTG Pactual – Macro Day 2022

11h30-11h40: BC inicia nesta 5ª rolagem de US$ 15,6 bilhões em swaps cambiais

15h: Reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN), por meio eletrônico. (fechado à imprensa)

16h: Guedes palestra no evento BTG Pactual

18h30: Pesquisa eleitoral Datafolha

EUA

9h30: Pedidos de seguro-desemprego semanal, consenso Refinitiv aponta para 265 mil solicitações

9h30: Índice de atividade industrial do Fed de Filadélfia

11h: Vendas de casas usadas

14h20: Discurso da diretora do Fed, Esther George

14h45: Discurso do diretor do Fed, Neel Kashkari

3. Imposto zero sobre combustíveis em 2023

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que conversou na última quarta-feira com parte da equipe econômica e garantiu no Orçamento a manutenção da zeragem dos impostos federais sobre gasolina, diesel, álcool e gás de cozinha em 2023. Em evento com prefeitos, no Hotel Royal Tulip, em Brasília, o candidato à reeleição afirmou que negocia com o Ministério da Economia a possibilidade de zerar também os tributos federais sobre o querosene de aviação.

Nos últimos meses, o governo fez uma ofensiva para reduzir a carga tributária sobre os combustíveis. Além de zerar os impostos federais, o Palácio do Planalto patrocinou um projeto no Congresso, que já virou lei, para estabelecer um teto para o ICMS, imposto cobrado pelos Estados, sobre esses produtos. Às vésperas da eleição, o Legislativo também aprovou uma emenda constitucional que decretou emergência nacional para viabilizar a concessão de novos benefícios sociais, como o bolsa-caminhoneiro e o auxílio-taxista, além da ampliação do vale-gás e do Auxílio Brasil, de R$ 400 para R$ 600.

Reforma tributária é suficiente para manter auxílio extra em 2023, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que, para manter o auxílio extra de R$ 200 no ano que vem, “basta aprovar reforma tributária um dia após a eleição”.

Ainda sobre a continuidade do benefício, Guedes disse que uma possibilidade seria corrigir o limite para isenção de Imposto de Renda e tributar lucros e dividendos.

O ministro afirmou, durante fórum da Tag Investimentos, que até então as despesas extras, incluídas as relacionadas ao auxílio emergencial, foram cobertas por receitas extraordinárias.

Leilão de aeroportos

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e a B3 fazem sessão virtual do leilão de concessão dos 15 aeroportos da 7ª rodada, agrupados em três blocos: Bloco SP-MS-PA-MG, composto pelos aeroportos de Congonhas (SP); Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul (MS); Santarém, Marabá, Parauapebas e Altamira, no Pará (PA); Uberlândia, Uberaba e Montes Claros, em Minas Gerais (MG); Bloco Aviação Geral, formado pelos aeroportos Campo de Marte (SP) e Jacarepaguá (RJ); Bloco Norte II, integrado pelos aeroportos de Belém (PA) e Macapá (AP). O leilão ocorrerá na B3, em São Paulo, no dia 18 de agosto, às 14h.

4. Covid

Na última quarta-feira (17), o Brasil registrou 246 mortes e 22.046 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 175, redução de 16% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 17.930, o que representa baixa de 40% em relação ao patamar de 14 dias antes.

Chegou a 169.713.380 o número de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 79% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 180.427.570 pessoas, o que representa 83,99% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 101.390.639 pessoas, ou 47,2% da população.

5. Radar Corporativo

GPA (PCAR3)

O Conselho de Administração da GPA (PCAR3) aprovou a celebração de contratos de cessão de créditos com instituições financeiras para antecipação de recebíveis, no valor de até aproximadamente R$ 2 bilhões referente a parcelas devidas pelo Assaí entre 2023 e 2024 em decorrência da cessão onerosa de lojas da bandeira “Extra Hiper” pela companhia ao Assaí.

A varejista espera que o valor a ser antecipado pelas instituições financeiras à companhia ocorra em até três parcelas durante o terceiro trimestre de 2022.

Com base nas informações trimestrais da companhia do 2º trimestre, essa antecipação de recursos traria uma redução à alavancagem da empresa de aproximadamente 0,8x, passando de 1,9x, para 1,1x.

Zamp (BKBR3), dona do BK Brasil

O Conselho de Administração da operadora brasileira de rede de fast food Zamp (BKBR3), antiga BK Brasil, manifestou-se contrário à aceitação, pelos acionistas da companhia, da oferta pública voluntária para aquisição de ações ordinárias para aquisição do controle da empresa.

Em 1º de agosto, a rede fast-food havia recebido uma proposta de aquisição de controle por um veículo do investidor estatal dos Emirados Árabes Unidos Mubadala.

A Mubadala Capital lançou a oferta pública aquisição (OPA) visando a aquisição de 45,15% das ações de emissão da companhia, ao preço de R$ 7,55 por ação, de forma que, caso haja sucesso da OPA, a Mubadala Capital passará a deter 50,10% do capital social. (InfoMoney com Estadão, Reuters e Agência Brasil)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 1781
            [name] => Bolsa de valores
            [slug] => bolsa-de-valores
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 1781
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 407
            [filter] => raw
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 7936
            [name] => Bolsas Mundiais
            [slug] => bolsas-mundiais
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 7936
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 401
            [filter] => raw
        )

    [2] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 9517
            [name] => Mercado Financeiro
            [slug] => mercado-financeiro
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 9517
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 244
            [filter] => raw
        )

)

ENQUETE

Você ficou satisfeito com o resultado das eleições parlamentares da Itália?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • 04h00
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.