Mattia Binotto, engenheiro suíço naturalizado italiano, atual chefe de equipe da Ferrari na Fórmula 1, revelou que está impressionado com a evolução constante de Charles Leclerc e sua capacidade de aprendizagem na F1. O monegasco está apenas 24 pontos atrás do seu companheiro de escuderia Sebastian Vettel.

Apesar de não ser uma das melhores temporadas da Ferrari, a entrada de Leclerc na equipe de Maranello parece ter funcionado. Apesar de ainda não ter conseguido vencer, a experiência e aprendizagem que ele vem acumulando dará uma boa posição para ele no futuro.

“Sabíamos que o Charles tinha talento, sabíamos que ele era muito forte porque o vimos na GP3 e GP2. Entre os muitos aspectos, o que mais nos surpreendeu foi a melhoria contínua que consegue fazer corrida a corrida, é incrível como ele aprende com seus erros “, disse Binotto em entrevista à filial italiana do ‘Motorsport.com’.

“Vimos que seu fim de semana na pista está se tornando mais sólido e proveitoso, e ele ainda tem espaço para crescer: isso nos dá confiança para o futuro”.

No passado, A Ferrari sempre optou por pilotos experientes em seus bólidos. A entrada de Leclerc foi uma mudança tática da equipe italiana e Binotto confirmou que essa deve ser a abordagem para o futuro, apesar de afirmar que Leclerc não era um risco.

“Eu não acho que devemos pensar no passado, mas olhe para o futuro, sem arrependimentos. Fizemos uma parceria com um jovem piloto e com um piloto mais experiente, e isso funcionou. Somos também um time jovem, e com essa abordagem há o desejo de encontrar pessoas menos experientes.

Mas, falando de Charles, nós o conhecíamos e sabíamos que … não, definitivamente não era um risco”, concluiu Binotto.