As mães italianas possuem a maior média de idade entre os Estados-membros da União Europeia, segundo o Escritório de Estatística da UE (Eurostat) revelou.

Além disso, as mulheres italianas estão entre as que mais tiveram o primeiro filho depois dos 40 anos de idade. Contudo, a Itália apresentou uma das taxas mais baixas de natalidade do bloco europeu.

Enquanto a França foi confirmada como o país mais produtivo, com quase dois filhos por mulher (1,90 nascimentos por mulher), a Itália (1,32) aparece na antepenúltima posição, na frente somente da Espanha (1,31) e da Malta (1,26).   

A Itália também aparece em primeiro na lista das mães que deram à luz seu primeiro filho mais tarde, com uma média de 31,1 anos de idade. As mulheres italianas foram seguidas pelas espanholas (30,9 anos), luxemburguesas (30,8) e gregas (30,4).   

No total, tiveram em 2017, na União Europeia, 5.075 milhões de nascimentos. O número foi inferior aos 5.148 milhões registrados no ano anterior