Início » Estimativa aponta que crise do coronavírus deve tirar 32 milhões de turistas da Itália

Estimativa aponta que crise do coronavírus deve tirar 32 milhões de turistas da Itália

05 de março de 2020 - Por Comunità Italiana
Estimativa aponta que crise do coronavírus deve tirar 32 milhões de turistas da Itália

País é o mais afetado na Europa, com mais de 3 mil infectados e 107 mortes confirmadas. Próximo trimestre pode ter prejuízo de R$ 37 bilhões no turismo

A crise gerada pelo coronavírus na Itália, país mais afetado da Europa, está provocando impacto no turismo, setor que espera que o próximo trimestre tenha 32 milhões de visitantes a menos, o que poderá gerar prejuízo de 7,4 bilhões de euros (R$ 37,1 bilhões).

Os dados foram divulgados pela Confturismo-Confcomercio, confederação de empresas e profissionais de turismo do país.

“A situação é dramática para todo o setor. Infelizmente, estamos pagando pelas consequências de uma comunicação, por parte da imprensa, muito mais letal do que o próprio vírus”, afirmou Luca Patanè, presidente da entidade responsável pelo relatório.

Coronavírus na Itália

A Itália é o país da Europa mais afetado pela Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, com mais de 3 mil infectados e 107 mortes, segundo dados divulgados na quarta-feira (4).

Diversas companhias aéreas internacionais decidiram cancelar ou reduzir os voos para o território italiano por causa da epidemia, que afeta, especialmente, as regiões do norte, como a Lombardia, que tem a cidade de Milão como capital.

De acordo com a empresa que administra os aeroportos Milão-Linate e Milão-Malpensa, em apenas três dias, 32,5% dos turistas cancelaram as passagens que os levaria até as respectivas instalações.

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 02h03
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.