Início » Escolha da madrinha de Veneza gera polêmica

Escolha da madrinha de Veneza gera polêmica

29 de agosto de 2007 - Por Comunità Italiana
A escolha da ex-ícone adolescente italiana Ambra Angiolini, de 30 anos, para madrinha da cerimônia de abertura do Festival de Cinema de Veneza, que ocorre nesta quarta-feira, suscitou diversas críticas no meio cinematográfico da Itália, mas a atriz em começo de carreira se mostrou inabalável com a polêmica.
   
O decano da crítica cinematográfica italiana, Tullio Kezich, definiu em uma entrevista à revista semanal de fofocas "Chi" que Ambra "não é nada mas está com o vento a favor".
   
"E com toda a simpatia lhe desejo que dure quarenta anos, como Sofia Loren", continuou o especialista ao comentar sobre a atriz, que fez apenas um filme e foi escolhida como madrinha do festival pelo diretor artístico Marco Muller.
   
"Acredito que em uma manifestação cultural como um Festival de Cinema seja ridícula a própria figura da madrinha. Deploro este hábito, é como o rei do Carnaval. Aliás, o rei do Carnaval talvez seja mais sério", disse ainda Kezich.
   
Outras críticas e comentários maldosos surgiram também em outros órgãos de imprensa e mesmo dentro da entidade Bienal de Veneza, organizadora do Festival.
   
Mas as críticas de Kezich fizeram sorrir, ao menos aparentemente, a madrinha da abertura da 64ª edição do glamouroso Festival de Veneza.
   
"As críticas não me afetam, sempre fui amada e odiada. Levarei para casa apenas a segunda parte da sua frase, quando me deseja durar 40 anos como Sofia Loren", respondeu a atriz italiana que ficou famosa com um papel coadjuvante no filme "Saturno Contro" do cineasta italiano Ferzan Ozpetek.
   
Antes disso, quando ela própria era ainda uma adolescente de 15 anos, fez sucesso na televisão italiana com o programa "Non è la Rai" comandado pelo apresentador Gianni Bomcompagni.
   
Na programação da cerimônia de abertura amanhã à noite, Ambra deverá falar durante um minuto e meio sobre o cinema, o Festival e passar a palavra para o presidente da Bienal, Davide Croff. Pouco, em relação à polêmica surgida, mas ela chegou a propor ao diretor uma fala mais pessoal, que foi negada pelo caráter simples e cerimonial da festa.
 
 
Fonte: Ansa 

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

Leia agora a edição 309

Do céu ao coração

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 16h27
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.