A Telespazio Brasil, subsidiária do conglomerado aeroespacial e de defesa italiano Leonardo, assinou um contrato para monitorar via satélite plataformas de extração de petróleo da Petrobras na Bacia de Campos (RJ).

A intenção é “detectar eventuais vazamentos de óleo”, segundo nota da Leonardo, e o anúncio acontece na véspera da feira Laad Defence & Security, que acontece de 2 a 5 de abril, no Rio de Janeiro.   

O contrato tem 14 meses de validade e prevê a aquisição de uma média de 150 imagens por mês produzidas pelo sistema de satélites Cosmo-SkyMed, “assim como o fornecimento de serviços técnicos especializados 24 horas por dia”.   

O monitoramento cobrirá mais de 50 plataformas de petróleo na Bacia de Campos.