O embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, se reuniu nesta quinta-feira (28) com o autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, em Brasília

A reunião foi revelada pelo diplomata italiano em sua conta no Twitter. “Encontro hoje com o presidente Guaidó na sede da União Europeia em Brasília”, diz a publicação.

O deputado opositor e líder da Assembleia Nacional é reconhecido como o novo presidente da Venezuela por mais de 50 países, como Brasil, Estados Unidos e Canadá.

O encontro com Bernardini ocorre duas semanas depois da Itália se posicionar oficialmente em relação à crise política na Venezuela. O governo considerou o regime de Nicolás Maduro “ilegítimo” e pediu novas eleições no país sul-americano, mas evitou reconhecer o deputado opositor como o novo líder.

A posição oficial do país europeu foi dada após dias de impasse e discussões entre a bancada governista formada pelo partido ultranacionalista Liga, do vice-premier e ministro do Interior, Matteo Salvini, e o Movimento 5 Estrelas (M5S), do ministro do Trabalho, Luigi Di Maio.

O M5S havia pedido tolerância com Maduro enquanto que a Liga defendeu o fim do governo do líder chavista. A situação gerou diversas críticas conta a Itália por parte de outros países da União Europeia (UE).

No Brasil, Guaidó também se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, em visita considerada “pessoal” pelo porta-voz da presidência.

(Terra)